11/29/2002

CNET.com - Group urges limits on open source

A Microsoft, com as suas políticas absurdas de preços, além de estar mais sua que pau de galinheiro depois do processo por monopólio, quer evitar o crescimento do software livre pelas vias legais. É a velha história: quando falta competência coloca-se na briga advogados e políticos.
Isto É Dinheiro: por dentro do esquema Catho
Denúncia de pirataria digital leva Justiça a investigar maior empresa de recrutamento de executivos do País, acusada de furtar de concorrentes mais de 1 milhão de currículos e endereços eletrônicos
Pois é... eis uma prova de que spammer realmente é uma raça que não presta.

11/26/2002

Pessoal, isto já tá ficando ridículo demais:

UOL Mundo Digital: Grupo de combate à pirataria ordena que pessoas paguem por downloads na Internet

Em uma forma única de repressão à troca ilegal de arquivos online, um grupo dinamarquês de combate à pirataria enviou faturas pelo correio a supostos piratas, exigindo pagamento pelo download de materiais protegidos por direitos autorais na Internet, disse um advogado do grupo nesta terça-feira.

O Danish Anti-Piracy Group (APG) identificou 150 supostos piratas e solicitou que eles pagassem um total agregado de 1 milhão de coroas dinamarquesas (US$ 133,6 mil), disse Morten Lindegaard, advogado do grupo. Os piratas mais ativos receberam faturas no valor de 100 mil coroas (US$ 13,36 mil).
Seria interessante usar de alguma inteligência nessa hora, não seria?

Pegaria menos mal.
É interessante ler esse artigo da IstoÉ Dinheiro e esse do Pedro Dónia e refletir sobre o papel da IBM na informática nacional...

11/25/2002

Folha Online - Pirataria de MP3 vencerá indústria da música, diz Microsoft

Porque diabos eu tenho a sensação que a Microsoft vai lançar logo logo um serviço de P2P?
Microsoft: Windows Desktop Product Life Cycle Support and Availability Policies for Businesses
    Desktop Operating Systems:
  • MS DOS x.xx
  • Windows 3.xx
  • Windows 95
    End of Life (effective date after 12 months online self-help support):
  • December 31, 2002
  • December 31, 2002
  • December 31, 2002
Dá para dizer tranqüilamente que é o fim de uma era...
Aliás, alguém pode dizer já vai tarde para o DOS, mas vale a pena perguntar: um sistema multitarefa é realmente necessário em 100% dos casos? Você precisa de um sistema com suporte a multiplos processos e interface gráfica numa caixa eletrônica, por exemplo? Pois felizmente os órfãos do DOS tem alternativas como o FreeDOS
Wired: Pirataria perturba Supremo mexicano, dizem gravadoras
Uma porta-voz da RIAA disse que a entidade está ciente de que os CDs ilegais não são a única fonte de barulho no centro da Cidade do México, mas que o distúrbio causado pela pirataria é visto pela entidade com uma preocupação crescente.
É incrível como a RIAA não tem noção de ridículo...
Terra: Compre um Apple no Brasil e conserte em Cingapura
A partir de agora, os felizes compradores dos portáteis da Apple, PowerBook G4 e iBook, poderão usufruir da assistência técnica mundial do AppleCare, não importando o local da compra.
Essa regionalização do suporte técnico é uma das coisas mais estúpidas do mundo. Ao consumidor pouco importa de onde veio o equipamento, mas sim que ele tem a marca impressa ali, e quer fazer uso da assistência técnica. Marca é marca, e não é um "made in Brazil" (que todo mundo sabe que na verdade quer dizer "packed in Brazil") que deve determinar se a assistência vai ser dada ou não. É de parabenizar a Apple por tal iniciativa que acaba com tal frescura.
IDG Now! - UnitedLinux faz sua estréia na Comdex
Em uma exposição tradicionalmente dominada pela Microsoft, os fornecedores por trás do UnitedLinux lançaram nesta semana na Comdex Las Vegas a primeira versão da distribuição Linux para servidores.
O UnitedLinux é o produto do desenvolvimento em conjunto de diversos fornecedores Linux pelo mundo: SuSE Linux, TurboLinux, SCO Group e Conectiva.
A unificação do Linux, evitando a fragmentação de distribuições, é uma tendência que estava ocorrendo em várias frentes. A mais conhecida é a Linux Standard Base. Na verdade o UnitedLinux nada mais é que a face comercial de tais iniciativas, dando ao Linux a cara "séria" que os gerentes de IT tanto gostam.
Agora é esperar para ver quanto tempo vai levar para a RedHat e a Mandrake continuarem com o seu joguinho de ser azeite.
Baguete - Lula é convidado para conhecer software livre
O membro da coordenação do Projeto Software Livre RS, Marcelo Branco, entregou no dia 20 de novembro ao senador petista Cristóvão Buarque, em Brasília, o convite da Comunidade Internacional de Software Livre para que o futuro presidente Luiz Inácio Lula da Silva conheça os planos da comunidade internacional para o Brasil e as vantagens do uso do software livre na administração pública.
(...)
Cristóvão Buarque afirmou que "esta iniciativa é muito importante - uma vez que o Software Livre tem forte identidade com o nosso projeto político - e a defenderei com veemência junto ao Lula, para que receba a comunidade o mais breve possível".
É de se ficar mais tranquilo...
Élio Gaspari acabou de escrever um livro enorme sobre a ditadura militar, e o Zuenir Ventura no no mínimo fez uma reportagem muito boa sobre tal livro. E lá no meio há esse trecho:
Elio trabalhou no projeto praticamente todos os dias desses últimos 18 anos, ou melhor, todas as noites. “Esse livro foi feito de noite e de madrugada”, diz a jornalista Dorrit Harazim, com quem está casado há 20 anos. “Ele era capaz de sair, jantar, tomar vinho, voltar para casa, ver televisão, trocar de roupa e, à meia-noite, dizer: ‘bom, agora vou trabalhar’ Isso depois de ter passado o dia trabalhando como jornalista para ganhar a vida”. Seu expediente costuma ir até as 5/6 horas da manhã, quando então dorme até a hora do almoço.

Um exemplo dessa capacidade de trabalho, inclusive físico, são as 28.176 fichas que criou e guardou no computador. Durante mais de cinco anos, diariamente, ele pegava as pastas do Arquivo Golbery e as ia registrando em forma de ficha no seu Mackintosh. Do que arquivou, não há um nome, um acontecimento entre os anos de 1964 e 1984 que não possa ser encontrado em alguns segundos. Se alguém lhe pergunta por que não preferiu pagar uma secretária, ele responde: “porque era divertido”. É mais fácil ouvi-lo dizer “me diverti muito” do que “trabalhei muito”. O prazer de pesquisar e escrever quase o levou a não publicar agora os dois volumes. A muito custo, demoveu-o da decisão o editor Luiz Schwarcz. Pelo gosto do autor, o livro continuaria sendo escrito até sabe Deus quando.
Trabalhar encarrando o ofício como prazer, sem se importar quando entregar o produto final. Senhoras e senhores, acabamos de descobrir que o senhor Élio Gaspari é um legítimo hacker.
E falando em GASLi te antena Charles. Porquê? Por causa disso:

BOL: Lula chama Cristovam Buarque para assumir Ministério da Educação

Para quem não se lembra foi o Cristovam que levou o convite para uma conversa com o Bill Gates para o Lula. Ou seja: agora, mais do que nunca, levar argumentos para a adoção do uso de software livre nas escolas, seguindo o modelo da Rede Escolar Livre RS, é necessário.
O SOLAR - Centro de Referência em Software Livre está divulgando o documento Software Livre: uma Opção Estratégica . Sem dúvida nenhuma material que pode muito bem ser utilizado pelo GASLi

11/23/2002

Cidade Biz: Sony desenvolve tecnologia para impedir a cópia ilegal de CD

Chegam ao mercado em janeiro os CDs protegidos contra a pirataria que a divisão de música da Sony criou. Embora impeçam a cópia ilegal, os CDs permitem o arquivamento de seus conteúdos em computador.

Segundo informou a Sony Music Entertainment, CDs terão um código de proteção que poderá ser desativado por meio de um código que a empresa distribuirá pela internet para a cópia em um PC. Depois da primeira cópia autorizada, que o usuário poderá escutar de forma ilimitada, a empresa cobrará cerca de US$ 1,60 por cada música que o comprador quiser gravar de novo em seu computador.
Considero que é grande a demora da grande indústria de música em perceber que atitudes como essa são inúteis. Por que não baixar o preço dos CDs? Por que não dar mais oportunidade para artistas novos ao invés de concentrar o faturamento em algumas estrelas pops? Por que não promover uma relacionamento mais amigável entre consumidores e artistas, no sentido de dar mais vantagens para quem compra o CD?

Se mais iniciativas inúteis como essa continuarem a serem tomadas, pode-se afirmar que a indústria continuará perdendo.

11/21/2002

Poxa, de repente senti falta dos blogs do Marinho e do Cury... Bem que esses dois podiam voltar a blogar.
Trecho deuma mensagem mandada para a lista PortoLivre:
Consegui rodar o software proprietário Sibelius, para edição de partituras. Eu e minha mãe trabalhamos juntos de vez em quando, digitalizando partituras para poderem ser facilmente separadas as partes de cada instrumento e ser facilmente executada por orquestras daqui de POA. Mais ou menos um mês atrás escrevi pra esta lista falando do caso de um colega meu desesperado porque havia instalado o WinXP e nenhum soft de música rodava mais. A moral é que o linux+wine tem se mostrado mais compatível com algumas aplicações win que o próprio XP...
É ou não é agradável ler uma coisa dessas? ;-)
SecurityFocus : How to execute programs with parameters in IE - Sandblad advisory #10

Sim, o diabo do script funciona e é facílimo de mudar. Mais um motivo para usar o Mozilla...
spamarchive, a versão internacional do Museu do Spam ;-) Ok, ok, eu apelei com essa, até porque o objetivo do spamarchive é fornecer material apra se criar ferramentas anti-spam. Vale a pena dar uma olhada.
The Register : Why does my typing appear on my neighbour's PC?

Ou seja: se você tem um teclado desses cuidado ao conversar com alguém sexualmente interessante no ICQ ;-)

11/20/2002

Tirei essa dica do Ponto media - weblog:

IRE Education: Math Test for Journalists

O que deve ter de jornalista fazendo esse teste e errando horreres não deve estar no mapa. Eu particularmente estou cansado de ouvir gente que faz comunicação dizendo que entrou no curso porque odiava matemática. Culpa dos professores deles, que em vez de ensinar a pensar mandavam ficar decorando fórmula.
Pois é... agora que o C@T não tem mais a pressão para escrever todos os dias para o Parabólica ele tem tempo para fazer coisas desse tipo: Ragatanga. Deus-me-livre!
Leio no blog da Cora que a Microsoft tem lucro de 85% com o Windows e comento com uma colega que nem a venda de drogas tem um lucro tão alto. Na hora ela solta essa: "Como assim? O Windows é uma droga!"

11/19/2002

Magnet : Restaurante americano usa warchalking como propaganda
Segundo John Wooley, CEO da Schlotzsky's, antes de iniciar a campanha, já haviam pessoas utilizando a rede da loja. "Isso atraiu a imprensa local. Esse processo underground foi uma boa experiência para nós, então decidimos continuar com isso", afirmou Wooley.
Tenho a impressão que cada vez mais haverão empresas abrindo espaço nas suas redes para warchalk, utilizando cartazes espalhados pelas cidades, usando isso como publicidade. É um sensação que eu tenho....
IDG Now! - Europa deve banir racismo na Web

Racismo e a xenofobia podem ser ruins, mas censura é pior ainda. Com isso a única coisa que este conselho está fazendo é criando uma subrede, onde grupos radicais vão se comunicar de forma escondida. Melhor é manter aberto, de forma que ONGs podem monitorar o que grupos racistas estão fazendo.
CNN.com.br - Pentágono começa a criar gigantesca base de dados contra terrorismo

Começa? Me engana que eu gosto...

11/18/2002

A maquiagem continua boa:

Elevador.org: Primeiro review do novo Windows

Paul Thurrott escreveu um review do Windows "Longhorn", com alguns screenshots e informações sobre as modificações e novidades.

O review é baseado no alpha build 3683, e como o lançamento previsto é para 2005, ainda podemos aguardar uma nova versão do Windows XP - talvez um 'second edition' antes do lançamento do Longhorn. O artigo pode ser lido aqui.
Com tanto tempo até o lançamento, bem que a Microsoft poderia finalmente lançar algo realmente inovador e avançado. Pois apenas novos skins e cãezinhos ou clipes chatos não adianta mais, não tá mais colando.
Este é para quem tem aquele chefe mala que reclama quando você navega:

Elevador.org: Navegue clandestinamente com o Ghostzilla

Foi lançada a primeira versão do Ghostzilla, navegador que permite ao usuário uma navegação invisível a olhos alheios. Baseado no código fonte do Mozilla 1.0, o programa se adapta as janelas de outros programas, e utiliza um css próprio que 'camufla' as páginas em tons de cinza.

Perfeito para aqueles que querem navegar tranquilamente durante o horário de trabalho, o browser é invocado através de uma sequência de 'gestures' - movimentos específicos do mouse, e desparece quando o foco sai da janela atual.

Disponível apenas para sistemas Windows, o instalador pesa cerca de 9MB, e pode ser baixado no site oficial do projeto.
IDG Now!: Relatório da Microsoft mostra perdas em quatro divisões

(...) Na divisão Home and Entertainment, que inclui o console para games XBox, a Microsoft teve perdas operacionais de US$ 177 milhões no quarto trimestre do ano fiscal de 2002, encerrado em 30 de setembro, e uma receita de US$ 505 milhões, mundialmente.

Para o segmento de Business Solutions, que inclui software resultantes das aquisições de fornecedores como Great Plains e Navision A/S bem como suas ofertas da linha bCentral, a gigante de software observou uma perda operacional de US$ 68 milhões e uma receita de US$ 107 milhões, no quarto trimestre.

Em sua divisão CE/Mobility, criada recentemente, a empresa reportou US$ 33 milhões em perdas operacionais com receita de US$ 17 milhões, enquanto a unidade MSN, que oferece serviços de acesso à Internet, teve uma perda de US$ 97 milhões e receita de US$ 531 milhões.

Já a unidade Client, que inclui os sistemas operacionais para desktops e notebooks, gerou lucros de US$ 2,48 bilhões e uma receita mundial de US$ 2,89 bilhões, mostrando-se o segmento mais rentável da companhia. Na unidade de sistemas operacionais para servidores, o lucro operacional foi de US$ 519 milhões e a receita de US$ 1,52 bilhão.

A divisão Knowledge Worker, também criada recentemente para englobar os sistemas de produtividade de software, incluindo o Microsoft Office, produziu um lucro de US$ 1,88 bilhão e uma receita de US$ 2,39 bilhões.
O Windows e o Office continuam a puxar a carroça. Tudo indica que continuará assim pelos próximos anos, já que em todas as divisões que teve perda a Microsoft não é líder e não pode usar do monopólio para lucrar.

Mas o jogo está virando, aos poucos, mas está:

Folha Online: Vendas de servidores Linux devem dobrar em 2003

(...) embora o mercado de servidores vá crescer apenas 1%, as vendas de servidores rodando Linux vão dobrar, alcançando quase US$ 4 bilhões, ou 9% do mercado total. (...) Além disso (...) pela primeira vez na história, os servidores baseados nos processadores x86 (linha de processadores da Intel) venderão mais do que os Risc.
Parece que agora a casadinha no mundo dos servidores vai se chamar "Lintel".
MacMagazine: Apple e AMD juntas?

Já existem muitos rumores em torno da grande presença da Apple na Comdex deste ano. A assessoria de imprensa do evento, que é voltado em sua grande maioria para a plataforma PC, comentou que Hector Ruiz, presidente da AMD, fará um anúncio "devastador" sobre uma novo contrato de licença.

A notícia devastadora seria a mudança da Apple para a plataforma x86 (a mesma dos PCs), não especificando se é a entrada da Apple para o parque de softwares dos PCs ou a troca de arquitetura de processadores (o mais provável por ser relacionado a AMD).

O pronunciamento de Hector Ruiz acontecerá na terça-feira, 19 de novembro e até o momento nada foi comentado pela empresa da maçã.
Tudo indica ser só mais um boato e provavelmente o "pronunciamento" não seja lá tão significativo.

Mas pensar na possibilidade de um OS X rodando em PC nunca deixa de ser interessante.
Tinha que ser coisa de japonês:

LWN.net: iSeePet: a remote pet-communication system powered by Linux



É um aparelho com Linux que permite ao nipônico ver seu animal por uma webcam e liberar comida para ele. Funciona via internet e até celular.



É a tecnologia open source à serviço do melhor amigo do homem.
CNN.com.br: Empresa oferece software que copia DVDs e compra briga com Hollywood

Robert Moore, um ex-consultor de informática de 42 anos, quis ensinar ao filho, Brian, um pouco do que aprendeu em duas décadas de trabalho e acabou tendo uma idéia que resultou na 321 Studios, uma empresa que desenvolve e vende um software para copiar DVDs.

Com isso, Moore ficou na linha de frente de uma batalha legal destes tempos digitais: a disputa entre os direitos do consumidor e a proteção dos direitos autorais.

(...)

O novo software lançado no último fim de semana pela 321 Studios, chamado DVD X Copy, também abre o chamado Sistema de "Embaralhar" Conteúdo.

A empresa diz que o produto, que custa 100 dólares e funciona com um "queimador" de DVD, fará cópias perfeitas num prazo de 60 a 90 minutos - muito menos do que as horas que o DVD Copy Plus leva para "queimar" filmes em CDs.

(...)

Mas, em abril, a 321 Studios antecipou-se e processou nove grandes estúdios de cinema em um tribunal federal de San Francisco, em busca do direito de vender seu software.

Moore quer que um juiz determine que seus produtos são legais e que não violam a lei. Ele diz que as interpretações judiciais da lei são muito amplas e acredita que as medidas contrárias a burlar os códigos são inconstitucionais - uma alegação que os tribunais federais já rejeitaram em outros casos.
O programa parece ser bastante útil e beira o ridículo proibí-lo. A indústria descarrilou há tempos e agora tenta barrar o próprio avanço natural da tecnologia. Pois se há gravadores de DVD e pessoas querem duplicar DVDs, o software é o de menos, pois só atende a demanda para uma necessidade já existente.
Que a donzelas me perdoem, mas não resisti à essa foto:

Tenho certeza que o Larry Wall não esperava ver o livro dele numa situação dessas ;-)
Terra Informática: Escolha o seu navegador

Terra Informática selecionou 13 bons navegadores para você. Desde os mais usados - Internet Explorer e Netscape - passando pelos alternativos e gratuitos. Escolha o seu e aventure-se pela rede!
E pensar que um dia as notícias tentavam cobrir uma tal "guerra dos browsers". Mas até que foi emocionante.

11/17/2002

O Carlos Alberto Teixeira mandou para uma das listas que eu faço parte um email dizendo que a Parabólica, do portal O Globo, foi prá cucuia. Para quem não conhecia, essa sessão tinha sido criada mais ou menos destro dos mesmos moldes do no., até o presente o melhor jornal online que já pareceu no Brasil (o No Mínimo tenta seguir os passos, mas com a equipe por demais enxuta é difícil, se tornando praticamente um site de comentáristas - ótimos comentaristas, por sinal), se mostrando como um concorrente para o mesmo. Porém justiça seja feita: a Parabólica era algo triste. Tirando um que outro colunista, como o C.@.T., era quase tudo matérias recicladas de outras partes do portal Globo, de forma que aquilo lá era mais um Frankestein sem personalidade alguma do que qualquer outra coisa.

De qualquer maneira o que me choca na morte da Parabólica é o fato de que antigos links agora são redirecionados para a capa do GloboNews. Sim, se você tinha um link no seu bookmark para aquela matéria interessante esqueça: ela simplesmente evaporou, sumiu nas entranhas dos HDs dos servidores da Globo. É estranho ver esse tipo de coisa, afinal qual é o motivo para simplesmente apagar a memória do site, deixar as pessoas que liam e usavam o bookmark na mão? Não sei, mas creio que esse tipo de coisa explica muito bem porque a Parabólica não deu certo. Afinal, o no. mostrava preocupação com o leitor, tanto que no meio do caminho chegaram até a revisar a política deles de links, que eram coisas longuíssimas.
Depois do SETI@Home, o Folding@Home e o Genome@Home, que procuravam desvendar os segredos do dobramento das proteínas, as combinações gênicas do cromossomo humano ou a busca de inteligência extra-terrestre, chegou um projeto nacional, o BuID - Busca por Inteligência Divinopolitana. O BuID é uma iniciativa de um grupo de cientistas e pesquisadores de tentar achar vida inteligente em Divinópolis-MG. E porque Divinópolis? Por que "por quase 100 anos a cidade se mantém isolada do resto do estado, com um histórico quase nulo de grandes mudanças ou avanços. Uma cidade sem identidade, onde todos os jovens promissores saem assim que possível pois sabem que em Divinópolis não há futuro. Assim, Divinópolis foi escolhida para o BuID, que depois se expandirá para um projeto maior e virtual: a busca de vida inteligente na internet brasileira!"

Senso de humor é tudo :-) Vale a pena dar uma olhada nos argumentos que provam que não há vida inteligente em Divinópolis, argumentos que podem ser aplicados a centenas de cidades no Brasil... Ou seja: é rir prá não chorar.

11/16/2002

Mais Wired: Microsoft: linha dura pela segurança

Tsc, tsc, tsc... Esses dias eu estava conversando com uma amiga ecologista e ela dizia que uma das grandes irônias do capitalismo é que primeiro as indústrias atacaram o meio ambiente, e depois se criou toda uma indústria própria para recuperá-lo. A palestra dada pelo Craig Mundie, chefe da área de segurança da Microsoft, é uma demonstração clara dessa irônia. Primeiro a empresa vende programas com segurança falha, cheio de bugs, um verdadeiro queijo suíço. Agora, reconhecendo que os seus sistemas são falhos, quer obrigar o usuários a fazer upgrades dos sitemas. Bem, se o cliente comprou um produto com defeito, nada mais correto por parte da empresa fazer o upgrade gratuíto de tal sistema. Um recall.

Mas quem é que vai chiar? Ninguém. A muito tempo já se aprendeu que a maior parte dos usuários de computador são carneirinhos, que vão calados pro matadouro.
Wired: Sofware livre se prepara para ataque de patentes da Microsoft
(...) os membros da organização responsável pela GPL dizem que talvez haja formas melhores de lidar com processos de patentes de software - combatê-las por exemplo. Embora lutar contra a Microsoft nos tribunal possa ser uma tarefa cara, o conselheiro-geral da Free Software Foundation Eban Moglen acredita que sejam uma espécie de serviço de utilidade pública.

Moglen acredita que há "vastos números" de patentes de software que jamais deveriam ter sido emitidas, e que os processos podem ser uma maneira de reduzir esta conta. "A comunidade de software livre não tentaria fazer nada nesse sentido sem ter sua sobrevivência ameaçada", disse Moglen. "Mas assim que sua existência estiver em jogo, a comunidade vai reunir o dinheiro necessário e questionar a validade dessas patentes na justiça".
Onde eu faço a minha doação?
A edição deste mês da revista tema, do Serpro, é sobre software livre. Tem entrevista com o Marcelo Tosatti e o Mário Tesa., além de vários artigos interessantes.

11/14/2002

No dia 24 de novembro o Instituto Brasileiro de Tecnologia Avançada estará promovendo o IBTA Linux Install Fest. "Install fest" são os famosos eventos onde quem entende um pouquinho mais de computadores e de Linux resolve se organizar para instalar o sistema livre no computador de quem não tem tanta intimidade com informática.

Por isso, quem mora em São Paulo e quer ver o Linux rodando em seu computador deve se inscrever através do email installfest@ibta.com.br informando o seguinte:
  • nome

  • empresa ou instituição de ensino

  • telefones de contato

  • horário (é preciso escolher entre 10h00, 11h30, 13h00, 14h30 e 16h00)

  • placa de vídeo: marca, modelo e quantidade de memória

  • modem: especificar se soft ou hard modem


  • Aí é só esperar o email de confirmação e comparecer no dia e horário combinados, levando CPU, mouse e teclado. Veja outros detalhes aqui.

    É a melhor oportunidade para quem quer conhecer o Linux, seus softwares e adentrar a revolução.
    :-)

    Atualização: no dia 23 de novembro haverá uma install fest em Volta Redonda, Rio de Janeiro. Veja mais informações aqui.
    Se abaixo falamos que só falta a Microsoft dizer que o Linux é feio, caso isso venha a acontecer, a resposta de Linus Torvalds nós já sabemos:

    WebWorld: Linus Torvalds responde questões inusitadas sobre Linux

    5) Dizem que o Linux é feio. Como você se sente em relação a isso?
    Torvalds: Quem diz isso estará no paredão quando a revolução vier. Vamos ver quão feio é quando eles tiverem alguns buracos de bala.
    :-)

    As respostas para as perguntas Uma vez que conseguir a dominação do mundo, qual será seu título oficial?, Se o Linux é tão bom, como tem um TCO (custo total de propriedade, em inglês) que o Windows? e Você é mais esperto que Bill Gates? são as mais engraçadas. Leia lá.
    Terra Informática: Gates descarta ameaça do Linux

    O presidente do conselho de administração da Microsoft, Bill Gates, tentou convencer engenheiros de software indianos a usarem os softwares proprietários de sua empresa e descartou a ameaça que o sistema operacional rival Linux representa para o Windows.

    O homem mais rico do mundo, no terceiro dia de sua visita à Índia, não ofereceu nenhum presente, mas em lugar disso usou conversa de vendedor na capital tecnológica do país. Há mais de mil empresas de software sediadas em Bangalore.

    (...)

    Representantes da Microsoft dizem que a Índia é "estratégica" para a gigante do software, em referência ao seu papel na criação de software baseado nas ferramentas da empresa.

    Embora as ferramentas .NET ajudem a conectar computadores em rede, os software baseados no Windows enfrentam desafio do Linux.

    (...)

    Os analistas dizem que a Microsoft poderia sair prejudicada caso o Linux se tornasse popular entre os produtores de software indianos, preocupados com a relação custo/benefício.

    Funcionários do governo indiano dizem que o número de profissionais de software no país crescerá a 1,3 milhão dentro de quatro anos, ante 400 mil hoje, o que dará ao país o maior exército mundial de produtores de software.

    Apesar disso, Gates descartou os temores de que o Windows seja atingido pelo sistema gratuito, afirmando que o Linux pode elevar os custos de manutenção ao exigir mais atenção de funcionários de suporte.

    "Há software livre no mercado desde há 20 anos, mas o sucesso da plataforma Windows veio das qualidades da plataforma", afirmou Gates a repórteres.

    "Softwares compreensivos podem economizar dinheiro ao evitarem a necessidade de instalação de outros trechos de programas. Você pode economizar dinheiro em termos de velocidade de desenvolvimento (e) hardware mais barato."

    O editor da revista "Dataquest", Prasanto Kumar Roy, afirmou à Reuters que somente 2% a 3% dos desenvolvedores da Índia estão concentrados no Linux, mas a existência de freelancers pode elevar essa taxa para 6% ou 7%.
    Uma coisa boa (e bastante óbvia): o Linux incomoda muito a Microsoft. Pois está aumentando progressivamente a quantidade de comentários dos executivos da empresa sobre o pinguim. Agora, em todo e qualquer evento, é frequente eles terem que responder a perguntas sobre Linux. Dez, cinco anos atrás eles falariam e falariam apenas sobre o Windows e seus outros softwares, pintariam o paraíso para meio mundo e estaria tudo certo. Hoje não, pois todo mundo já ouviu falar do Linux e sempre irão questionar Bill Gates e sua trupe sobre isso. E o engraçado é que sempre tentam desmerecer o Linux com argumentos infundados, quase dizendo "ele é bobo e feio". Quem desdenha quer comprar já dizia um gasto ditado popular.

    Uma coisa ruim (mas que pode ser alterada): dá até tristeza comparar a indústria de software indiana com a brasileira. É torcer para que dias melhores (bem melhores) surjam por estas terras.
    A melhor do dia veio da lista Metáfora, numa mensagem do Pedro Dória:
    Eu comprei o Tribalistas, ouvi, ai joguei no meu G3. Montaram dois CDs,um com um .exe inutil outro com as faixas aiff, abriu o iTunes que acompanha o MacOS X, converti tudo para mp3. Ouvi uma vez o disco em mp3 para ter certeza de que funcionava -- entao joguei os mp3 no lixo.

    Eh, pois eh. Funciona em Linux, tb. Eh copy protection Windows-only -- em que mundo essa gente vive?
    Essa é muito boa!!! :-))) A indústria fonográfica deu mais um motivo para não usar Windows!!! :-))))

    11/13/2002

    Magnet: Taiwan pede abertura do código-fonte do Windows

    Taiwan pediu à Microsoft a abertura do código-fonte do Windows. A justificativa é a segurança no e-government.

    De acordo com o Sina.com, o governo de Taiwan disse ser incapaz de adicionar mais segurança aos sites governamentais se não tiver acesso ao código. Segundo ele, ter informações confidenciais vazadas seria péssimo. Nada mais sensato.

    Outra razão (mais capitalista) para o pedido é que o governo não pode negociar com apenas um fornecedor e precisa considerar opções de código-fonte aberto, como o Linux. De acordo com o porta-voz do governo, diversas nações vêm adotando o Linux por razões de segurança, principalmente agências de inteligência, inclusive as norte-americanas.
    Por que, ao invés de fazer um pedido infrutífero como esse, o governo de Taiwan chuta o balde, põe Linux em tudo e manda a Microsoft se catar? Seria muito mais prático e eficaz.

    Tudo bem, sem toda essa violência.
    :-)
    [S&C] Boicote os discos com proteção anti-cópia
    Versão para impressão Discos com proteção anti-cópia restrigem os consumidores e são uma grande ameaça à memória da cultura nacional. Os consumidores de discos devem dar um enfático não a estes produtos mutilados que nem ao menos podem ser chamados de CDs. Esta é uma convocação de boicote aos produtos culturais com limitações anti-cópia.
    Acesse, leia os motivos e leve em conta que, por mais que você goste de Paralamas do Sucesso, Marisa Monte, Exaltasamba, Natiruts, entre outros, o que você estará fazendo ao comprar os CDs protegidos desses artista é atentar contra a sua própria liberdade e não tem conforto que justifique a perda da liberdade.
    Plantão Info: Consumidor evita CD protegido, diz Gartner

    As gravadoras que pensam que os CDs protegidos contra cópias estão apenas protegendo seu conteúdo da pirataria estão, na verdade, deixando os consumidores irritados e também abaixando suas receitas
    Mais uma vez as gravadoras aparecem dando outro tiro no próprio pé. Difícil imaginar por quê esse estudo não foi feito antes e patrocinado pelas próprias gravadoras. É óbvio que vendendo um produto que impõe restrições, ele venderá menos. E o mais fácil agora é iniciar uma campanha pela internet para que usuários não comprem CDs protegidos.

    11/12/2002

    Computerworld: Serpro, Procergs e Metrô SP assinam acordo pró-Linux

    As empresas que estão apostando suas fichas no Linux decidiram unir forças.

    No próximo dia 19 de novembro, o Serpro (Serviço de Processamento de Dados do Governo Federal), a Procergs (empresa de processamento de dados do Rio Grande do Sul) e o Metrô de São Paulo assinam um acordo de cooperação técnica e de pesquisa em torno do uso do software livre. (...) A idéia do acordo técnico é a realização de troca de conhecimento e de gestão em torno do sistema operacional.
    Grande iniciativa. O melhor de tudo, além de ser o mais óbvio, é que são empresas estatais que estão fazendo isso. É de se esperar, durante o governo Lula, que outros exemplos como esse surjam, talvez trazendo outras empresas para o acordo ou criando novas possibilidades de cooperação em torno do software livre.

    O ideal seria que, além de empresas estatais, entrassem também universidades. Pois assim os alunos já seriam automaticamente preparados para o mercado de trabalho.

    Outro bom exemplo:

    Computerworld: Linux na gerência do Banco Central

    Agora basta mais investimentos e mais organização para o software livre adentrar no governo brasileiro.
    Slashdot | 10-TFlop Computer Built from Standard PC Parts

    10 teraflops! Ok, conseguir todas as peças para se construir um computador desses ainda é caro, mas mesmo assim...

    11/11/2002

    Revista do Linux - Projeto Debian-BR lança versão da distribuição otimizada para os usuários locais

    Tenho usado o Debian desde que descobri que o Conectiva não era tão padrão assim como ele falava. Não que isso queira dizer que o produto seja ruim, não, não é isso, mas é que se é para ter padrões vamos segui-los à risca, e nesse ponto o Debian ganha disparado. E não é só no quesito padronização que a coisa é boa: é no geral. Sinceramente é a melhor distribuição com que eu já trabalhei. E além de ser tecnicamente excelente ainda leva uma vantagem: é uma distribuição realmente livre!
    Computerworld : Linux na gerência do Banco Central
    Para que possa expandir suas inovações tecnológicas, Eirado assinala que serão realizados investimentos em Linux em 2003. “A reengenharia está sendo feita com o propósito de criar e usar produtos sem a dependência de plataformas de empresas, para não ficar na mão de fornecedores. A única necessidade de contratação, neste caso, será de um mantenedor”, afirma o executivo, declarando que os objetivos centrais são baixar custo e manter o nível de eficiência já adquirido. O Linux também chegará aos 5 mil desktops da instituição, que já prepara os seus funcionários para a operação.
    O que eu me pergunto é quanto tempo vai levar para aparecer o programa para Imposto de Renda for Linux ;-)

    Folha Online - Jovens descobrem como burlar ataques de gravadoras a redes P2P

    Caras gravadoras, sinto informar: vocês um dia terão que reduzir seus lucros, baixando o preço dos seus CDs. Ou isso ou vocês vão ver as gravadoras independentes, que não ficam atacando sistemas P2P (na verdade usando-as como veículo de divulgação) e nem botando proteções ridículas contra cópias nos seus CDs, crescendo e tomando o mercado. Acordem enquanto ainda é tempo.
    Informática ETC : A história do pingüim que criou uma multinacional
    Além de reduzir significativamente o custo de desenvolvimento de software, o Linux é estável, facilmente customizável e resolve a questão da capacitação profissional — observa Rodolfo. — Pode-se operar em qualquer lugar do mundo, porque sempre se encontram profissionais formados em Linux. Isso não acontece com o software proprietário. E o sistema também é seguro. A quem me pergunta “como pode ser seguro um sistema de código aberto?”, respondo: o segredo não é esconder o cofre; o segredo é onde você esconde a senha.
    Perfeita essa resposta!
    O Altavista deu uma enxugada no visual, simplificando-o, tirando banners, intercionalizando (sei lá porque quando entrei veio com a opção de busca por páginas em espanhol!), etc. Ficou bem melhor, só que o principal, que é a busca, continua uma nhaca! Só para ter uma idéia, procurei por "Don't Believe The Hype" (óbvio) e retornaram páginas que apontam para esta, mas para esta aqui necas de link (ao contrário do Google e do AllTheWeb, diga-se de passagem). É no mínimo estranho...
    Hein? Como é que é? Pedro Parente, chefe da Casa Civil (o órgão do governo onde nasceu a MP 70, que altera o Decreto 236/67 tornando muito mais flexíveis as regras de controle das empresas de radiodifusão) do governo FHC, vai ser vice-presidente da RBS? E sem fazer a quarentena??? Como está no email publicado no Cabide D'Askhalsa "se isto não é um escândalo, eu realmente perdi a noção do que seja um."
    Eis uma leitura interessante: Comunicação e Criação na Internet: análise das equipes de desenvolvimento web e dos grupos de desenvolvimento de softwares, de Carla Schwingel, onde é analisada a importância da estrutura em rede para a sistemática de trabalho dos grupos que desenvolvem para a internet.
    Essa é para ler com calma: Projeto de Lei que regula sobre certificados digitais no Brasil e a sua justificativa.
    O Pedro Doria fala sobre a pequena vitória que houve dos republicanos sobre os democratas nas últimas eleições norte-americanas. Só deixou de comentar uma coisinha: que Tara Sue Grubb, a candidata blogueira, não levou, mas fez 11,19% dos votos na região dela. Nada, mas nada mal mesmo para uma campanha que custou apenas 3.500 dólares, bem menos do que Howard Coble deve ter gastado em sua reeleição... Se esse votos para Sara foram pelas idéias é uma vitória do meio Internet, mostrando que ele terá nos próximos anos um papel político bastante importante.

    11/08/2002

    UOL Inovação : Proteção contra cópia de CDs é "inútil", diz pesquisador
    A tecnologia incluída em alguns CDs para impedir que as pessoas os copiem é inútil. É o que diz um cientista da computação que examinou detalhadamente os atuais sistemas antipirataria. Ele acredita que as constantes atualizações de software e hardware distribuídas pelos fabricantes de drives de CD para computador e reprodutores de CD de áudio tornam os sistemas de proteção a cópias ineficazes no longo prazo.
    Pois é.. caras gravadores, opor favor desistam dessa bobagem e estudem formas de baixar o preço dos CDs de vocês. Melhor: se perguntem se vale realmente a pena investir milhões de dólares em grupos descartáveis...
    Open Source Initiative OSI - Doc7:Halloween Documents

    A Microsoft ataca novamente e mais um artigo interno dela com estratégias contra o software livre vem à tona...Leitura obrigatória.

    11/07/2002

    IDG Now! - Gravadora BMG só fará CDs protegidos na Europa

    Caramba! Agora sim que não vai mais valer a pena comprar CDs importados... Quando você vê lá vem um mecanismo idiota de proteção que vai impossibilitar você de escutar o CD no seu computador ou carro. Assim sendo, o jeito vai ser ou comprar a edição nacional ou (ironia das ironias) baixar todas as músicas usando um P2P e criar os seus próprios CDs personalizados.

    Tomara que a BMG leve um boicote nas fuças por parte dos consumidores europeus! Se bem que... Bem, os consumidores estão tão carneirinhos nessa história que a gente sabe que não vai haver protesto nenhum. Aliás, o que esperar de consumidores que houvem as coisas como Rick Astley?
    CNN.com.br - Nasa lança livro para provar que o homem foi à Lua

    Não tem choro nem vela NASA! Todo mundo sabe que o pouso na lua foi nos estúdios da United Artists! ;-)

    11/06/2002

    Upside Counsel : Playboy Pioneers Internet Law
    Before you scoff, you should note that Playboy's vigorous defense of its trademarks has helped shape the legal playing field in which we romp. Take, for instance, the area of meta tags--hidden text within a Web page that provides information such as who created the page or keywords representing the page's content. Playboy was one of the first to test the applicability of trademark law to this unique Internet practice.
    Sim senhores: agora aquela metatag que você colocou no seu site para atrair mais pessoas a partir de ferramentas de busca podem render um processo contra você. Isso pelo menos nos Estados Unidos... E quer saber? Quero mais que a Playboy ganhe esse caso, já que foram os abusos feitos nas metatags que tiraram a utilidade delas.
    Universo Online - Música : Pirataria contorna tecnologia antifraude em CDs
    Se nos camelôs o CD pirateado toca em aparelhos alimentados por gambiarras improvisadas que usam energia da iluminação pública, algumas pessoas que compraram o CD original não conseguem ouvi-los, principalmente em aparelhos de carros e computadores..
    (...)
    Admitindo as falhas, a Emi promete aperfeiçoar o sistema com os próximos lançamentos e acredita que medidas como esta sejam adotadas também pelas concorrentes.
    Cara Emi, porque em vez de investir uma grana federal em pesquisas para fazer proteções dessas que só complicam a vida do consumidor vocês não pesquisam formas de baixar os preços dos CDs? Afinal é esse o principal motivo que levam as pessoas a comprarem piratas: o alto custo.

    11/05/2002

    Yahoo! Noticias - Caio Túlio Costa deixa direção do Universo Online

    Devia ter deixado a direção já a anos, quando inventou de fechar o conteúdo do site para acesso apenas a usuários do UOL ! Felizmente o "modelo" adotado pelo UOL não prosperou e ele segue sendo o único grande portal com material fechado. Sinceramente? Já vai tarde!
    DSpace: Durable Digital Depository: MIT Libraries
    Welcome to DSpace, a newly developed digital repository created to capture, distribute and preserve the intellectual output of MIT.
    O MIT estourando a boca do balão de novo, dessa vez disponibilizando um software open-source para bibliotecas digitais. Seria interessante ver como isso se integraria com o GNUteca ;-)
    Folha Online - Microsoft diz que o Windows é mais barato do que o Linux

    Me surpreenderia se eles dizessem o contrário! Obviamente que a Microsoft vai dizer que o TCO do uso do Windows é menor que do uso de Linux. O que eu quero saber é o que o Gartner Group e outras consultorias independentes dizem sobre isso.
    The Register :German secret service taps phones, bills buggees

    Assim como na China, onde os condenados à morte tem que pagar os custos das balas com que serão alvejados, as pessoas monitoradas pelo serviço secreto alemão tem que pagar pelos custos de serem vigiados. Tudo por culpa de um bug.
    JobUniverse : Dá para viver de software livre?
    Muitos alunos e pessoas que conheço perguntam-me: ganha-se dinheiro com software livre? Ou ainda: é possível obter renda de algo que é gratuito e que todo mundo pode usar?

    A resposta para as duas perguntas é um sonoro sim. Sim, ganha-se dinheiro com o software livre, mesmo sendo este gratuito e passível de qualquer um instalar e usá-lo.
    Tanto dá que eu vivo a base de software livre :-) Todo o trabalho que eu faço é sobre Apache usando linguagens de script que estão à disposição de qualquer um. O que eu ganho vem da criação de aplicações para a empresa onde eu trabalho, aplicações essas que são usadas de forma no website ou na intranet da mesma. E o que a empresa deixa de gastar em licenças de software investe no meu treinamento e dos meus colegas, e mesmo isso sai mais barato. Logo, se sua empresa usa software proprietário é hora de olhar se esse dinheiro está sendo bem aplicado...
    O site oficial do Zope, o Zope.org, vai passar por uma reformulação. Lento, feio, de navegação difícil, não utilizando um dos melhores produtos já desenvolvidos pro Zope (o CMF), faz tempo que o pessoal lá sente a necessidade de reformulá-lo e agora a coisa vai sair, pelo menos dentro de dois ou três meses. E o detalhe interessante é que a reformulação será feita por um brasileiro, o Sidnei da Silva.

    11/04/2002

    IDG Now! - Caso antitruste: Microsoft não deverá apelar da decisão

    E porque deveria? Afinal a juiza Colleen foi uma mãe para a Microsoft, dando uma sentença que não afeta em nada a empresa. Palhaçada pura!
    osOpinion.com: Red Hat's Switch Campaign

    Não é só a Apple que está com a palavra "switch" na cabeça: agora é a Red Hat metendo mais lenha na fogueira... Espero que as trocas sejam grandes, até para a Microsoft sair do pedestal e ver que eles não estão com essa bola toda.
    Mais um na categoria "eu queria ter tempo sobrando": STTA - Subtitle Translation Assistant. É um tradutor de legendas em inglês para animes.
    Na coluna do Gravatá desta semana tem uma pequena entrevista com o João Barone, onde ele fala sobre o mecanismo anti-cópia que está no CD Longo Caminho:
    Como funciona o recurso antipirata do novo CD, "Longos caminhos"?

    JOÃO BARONE: É um código usado nos CDs, que atrapalha a produção de cópias. Foi desenvolvido pela Microsoft e não permite que as faixas sejam reconhecidas como arquivos, sem deixar que elas sejam copiadas no HD. O CD vem com um software para que as faixas toquem no PC. Este software não roda em Mac. Mesmo assim, o CD permite a cópia em CD players de mesa, mas com pequena perda de qualidade, como era do toca discos para o cassete. O código mesmo eu não sei como é, que tipo de tecnologia. Sei que a matriz é feita na Holanda. Ficamos sabendo de gente que consegue copiar o CD num PC comum. Até aí, tudo bem. Houve um caso de uma pessoa que não conseguiu ouvir o CD no player do carro, mas parece que não tem muito a ver com este código. Eu ouço no meu carro na boa...
    Com essa resposta o Barone prova que ele já pode trabalhar em empresas que dão suporte helpdesk. Afinal "aqui funciona" é a resposta mais comum... Mas falando sério fico muito, mas muito chateado de ver uma banda como o Paralamas entrando nessa fria de CD protegido. Com isso eles estão simplesmente obrigando que os fãs deles usem computadores com Windows instalado. O quê? Você usa Mac? Pois é, não vai ouvir. Usa Linux? Também não. Esses dias, quando vi o CD à venda, até senti vontade de comprar para ver como se quebra essa proteção... O quê? O player tem uma EULA que proibe que você faça engenharia reversa? Azar... De qualquer maneira não comprei. Isso seria dar dinheiro para o Paralamas, legitimando esse esquema idiota. E de mais a mais o último disco dos Paralamas que eu comprei foi o "Selvagem?" ...
    The Register : Oops! Court posted MS verdict almost two hours early

    No mínimo estranho isso: duas horas antes do veridito sobre a Microsoft ser anunciado o pessoal da /. já estava com ele disponível. É o tipo de coisa que a gente olha e pensa: tem treta aí! E se levarmos em conta que o nome Microsoft está no meio a treta com certeza existe.

    11/03/2002

    no mínimo | Pedro Doria : Mr. Gates e Mr. Da Silva
    O primeiro gesto público de aproximação veio ainda na última semana da campanha de Lula, quando levados pelo senador petista eleito Cristóvam Buarque, representantes de Gates fizeram ao então candidato um convite formal para conhecê-lo. Esta reunião, que incluiria outros altos executivos de empresas de tecnologia como HP e Sun Microsystems, pode acontecer ainda antes da posse.

    O convite não ficou sem resposta. O grupo petista ligado ao software livre está organizando uma reunião paralela. Se Lula encontrar Gates, deverá encontrar, também nos EUA, gente como Richard Stallmann, presidente da Fundação do Software Livre e Linus Torvalds, criador do Linux. A idéia é mostrar que Lula conversa com todos mas não tem compromisso com ninguém em particular. Se este encontro for no Instituto de Tecnologia de Massachussets, onde Stallmann mantém seu escritório, estarão presentes também meia dúzia de homens que podem colocar em seus currículos a paternidade da Internet. Serão pesos pesados de ambos os lados.
    Na verdade o que dá para tirar do artigo é que a real batalha será desempenhada no MEC, a partir da escolha entre Cristóvam Buarque e Luiz Pinguelli Rosa. Creio que o foco de grupos como o GASLi é chamar o Cristóvam para uma conversa, mostrando que por mais deslumbrantes que as apresentações da Microsoft sejam, na verdade elas nada mais são do que glacê sobre um bolo de palha.
    Brasil Online - Microsoft faz acordo com Justiça e põe fim ao caso antitruste
    Com o acordo, a Microsoft será obrigada a revelara programação de alguns de seus sistemas e permitir que outras empresas criem programas para operar com o Windows tão bem quanto os seus; terá que permitir a retirada de ícones de seus softwares pelos usuários e não poderá obter acordos de exclusividade que prejudiquem seus concorrentes.
    Ou seja: o mesmo que nada. E depois dizem que é aqui no Brasil que os processos acabam em pizza... Simplesmente decepcionante!

    11/02/2002

    No Cabide D'Askhalsa veio o aviso: o Congresso russo, em função da ação terrorista dos guerrilheiros chechenos, aprovou uma lei restritiva à cobertura da imprensa nesses casos. Ok, você vai dizer que isso é lá na Rússia, que não tem nada a ver com o Brasil, só que a censura tem pernas longas, e quando você vê pode haver muito bem um deputado federal maluco querendo empurrar uma lei dessas por aqui, só que trocando a palavra terrorista por narcotraficante. Você duvida?

    11/01/2002

    Para aproveitar o tema sobre o OpenBeos, mandei umas perguntinhas para o Bruno Albuquerque, que gentilmente respondeu.

    Quando você começou a mexer com o BeOS?
    Bruno - Aproximadamente em 1997. Assim que a Be lançou a primeira versão do mesmo para plataforma Intel (BeOS R3). Eu tomei conhecimento do mesmo em uma lista sobre computadores da linha Amiga e fiquei imediatamente apaixonado pelo mesmo. O que mas me atraiu foram todas as tecnologias de ponta envolvidas no projeto (alguns afirmam que BeOS significava "buzzword enabled operating system"). Desde então usei todas as versões do BeOS e continuo usando a última versão até hoje (na verdade estou no trabalho agora e usando o BeOS para responder esse email).

    Quais as principais vantagens dele frente ao Windows e ao Linux?
    Bruno - Creio que a principal vantagem sempre foi, no fundo, o fato do BeOS ter sido esrito do zero e voltado para o futuro (sem se preocupar com o "legacy" inerente ao passado). Isso faz com que mesmo seja rápido, estável e, também, que seja um prazer criar programas para o mesmo. Na verdade, eu sempre costumo dizer que o BeOS junta a estabilidade do Linux com a facilidade de uso do MacOS/Windows e com uma velocidade só dele mesmo.

    Por que o BeOS não foi um sucesso, mesmo sendo uma ótima opção de sistema operacional?
    Bruno - Basicamente foi o monopólio da Microsoft. Hoje em dia é muito dificil (e na época da Be era ainda pior) o usuário médio comprar um sistema operacional. Em geral o mesmo utiliza o que vier com seu computador. Não preciso dizer que em 99.9% dos casos o sistema operacional que virá será o Windows. A Be até tentou colocar o BeOS pré-instalado em alguns computadores, mas as licenças da Microsoft com as empresas tornava proibitivo instalar qualquer SO que não o Windows em umcomputador. Isso tudo deu origem hoje a um processo que a Be Inc. está movendo contra a Microsoft (a Be tem hoje um único funcionário, que é um advogado).

    Por que a Palm comprou a Be? Qual a intenção dela ao fazer isso, já que, aparentemente, nenhum software da empresa, como o próprio BeOS e o BeIA, está sendo utilizado, vendido ou aperfeiçoado?
    Bruno - Bem, a Palm não comprou a Be, ela comprou os engenheiros da Be (por mais estranho que isso possa parecer) e, também a propriedade intelectual da mesma (que inclui o código fonte do BeOS). Na verdade alguns afirmam que a propriedade intelectual da mesma só foi comprada para evitar processos que poderiam ser iniciados por acionistas da Be (alegando que os engenheiros, como eram da Be, estariam usando tecnologia da empresa na Palm, o que não poderiam). A verdade é que tem muita coisa que foi desenvolvida para o BeOS que nunca chegou a conhecimento público, como o PicassoGL (que é um novo componente gráfico do BeOS que aceleraria em 3D *TODAS* as operações gráficas. Mais ou menos como o Quartz Extreme hoje presente no MacOS, só que integrado num nivel muito mais profundo). Aguarde as próximas versões dos Handhelds da Palm... Se você ver uma interface gráfica 3D, você estará vendo o PicassoGL.

    Quando o projeto OpenBeOS começou? O que motivou o início do projeto?
    Bruno - Também não sei a data exata, mas foi imediatamente após a Be ter anunciado a mudança de foco de computadores desktop para "internet appliances". O motivo foi justamente a insatisfação com essa decisão da Be.

    Não é algo corajoso e cheio de riscos começar do zero um clone de um sistema operacional que era desenvolvido há anos, tentando a total compatibilidade com o extinto sistema?
    Bruno - Corajoso, sim... Cheio de riscos, não. Na verdade trabalhar nesse projeto é extremamente divertido e gratificante. De uma olhada em http://www.waltertheoperatingsystem.org, que é a minha sugestão (e do Tyler, do "Support Kit Team") para o novo nome do OpenBeOS. :)

    Mas sim, desenvolver um sistema operacional do zero não é tão simples, mas a vantagem de estarmos nos baseando no BeOS torna as coisas mais fáceis. Todo o trabalho de design já foi feito pela Be e, agora, tudo que precisamos fazer é a fase de implementação. Anda assim, deve demorar um tempo considerável para ficar pronto.

    Qual parte do projeto você cuida? Como está o desenvolvimento do seu time (aqui indica que há apenas você e mais um desenvolvedor colaborando)? Por que você ficou com o Be File System?
    Bruno - Eu sou o lider do time OpenBFS. Nossa função é reimplementar o sistema de arquivos do BeOS (BFS). O desenvolvimento vai de vento em popa. Na verdade meu time é um dos mais avançados (se no for o mais avançado) em termos de avanço para se atingir o objetivo final.

    Além de mim, existe apenas mais um desenvolvedor trabalhando ativamente, que é o Axel Dörfler. Recentemente o mesmo assumiu a liderança do time do Kernel.

    A escolha de trabalhar no OpenBFS me pareceu uma escolha clara. O BFS é, do meu ponto de vista, o melhor sistema de arquivos orientado ao usuário (esse termo foi cunhado por mim) que existe. O mesmo é um sistema de arquivos de 64 bits, jornalado, multithreaded e com recursos de banco de dados.

    No BFS (e OpenBFS), o maior tamanho de arquivo possivel é igual ao maior tamanho de disco que o mesmo suporta, que é 18000 petabytes (ou 3 bilhões de HDs de 6 Gb). O journal garante a integridade do sistema de arquivos e boots rápidos (o BeOS demora certa de 15 segundos para bootar) mesmo em casos como o de falta de energia elétrica. O mesmo também permite buscas por arquivos ultra rápidas e complexas como "mostre-me todos os MP3s que sejam do gênero Rock, tenham sido compostos até 1990 e que eu tenha dado nota 10 para os mesmos". É preciso ver para crer. :)

    Em quanto tempo o projeto planeja lançar uma versão do sistema no mínimo próxima ou idêntica ao que era a última versão do BeOS?
    Bruno - Bem, a espectativa é que não leve mais de um ano a partir de hoje, mas isso é altamente especulativo. Todos trabalhamos voluntariamente no projeto e nossas vidas ainda tem mais prioridade que o mesmo (embora alguns de nós já estejam revendo suas prioridades ;) ).

    Haverá vantagens no OpenBeos sobre o BeOS? Quais? E desvantagens? Quais?
    Bruno - Sem dúvida nenhuma! Para inicio de conversa, não estaremos reimplementando os bugs do BeOS e, também, estaremos adicionando novas funcionalidades já para a versão R1. Da versão R1 em diante, estaremos implementando tudo que sempre achamos que estava faltando ou errado no BeOS.

    A maior desvantagem do OpenBeOS é o fato de não estar pronto ainda, enquanto o BeOS está. :)

    Há outros brasileiros participando do projeto?
    Bruno - Existem alguns outros brasileiros sim, mas aparentemente (e infelizmente), não estão ativos. Creio que eu seja o único desenvolvendo ativamente (lidero o time OpenBFS, como mencionei e também trabalho com o Kernel Team e o Network Team).

    Você está confiante quanto ao andamento do projeto?
    Bruno - Sem dúvida nenhuma! Estamos progredindo muito e tenho certeza que, eventualmente, teremos um produto pronto para mostrar. Mesmo que isso não viesse a acontecer, teria valido a pena. Na pior das hipóteses, como eu disse, é divertido.
    ElectricNews.net:Simputer makers target corporates
    When the concept of the Simputer, which was developed by designers from the Indian Institute of Science, was first announced over 2 years ago, it was said to be aimed at people in developing nations that couldn't afford a PC or PDA. Its backers said then that it would probably sell for less than USD200 initially in the Indian market and would help bridge the so-called "digital divide."

    However, this idea had to be dropped after its developers could not find a company to build the device. Instead, it now appears that the Simputer will not be sold directly to the public, but to public and private sector bodies at between USD250 and USD400.
    Pois é... Pior que a idéia por trás do Simputer é interessante, mas precisa do apoio do Estado para dar certo. Se bem que, indo primeiro para o mundo empresarial, pode-se ir para as massas num segundo momento. De qualquer maneira é torcer para que a iniciativa não morra.
    Estadao.com.br : Dívida da Globo vira ‘questão de Estado’
    É a opinião de João Paulo Cunha, líder do PT na Câmara, dizendo que a empresa merece tratamento especial
    Para o PT é uma boa se a Globo está mal e pode ser socorrida. Afinal quem domina os meios de comunicação... De qualquer maneira lá se vai qualquer dúvida se a Globo faria oposição ou não (afinal imparcial ela nunca foi). Ela abraçou o Lulinha e podemos nos preparar para ficar com um pé atrás sobre o que ele falar sobre o governo.

    Deus, como eu gostaria que tivesse uma imprensa realmente livre nesse país!!!
    BBspot - Student Suspended Over Suspected Use of PHP

    :-)))))))))

    Pior é que PHP vicia mesmo... :-)
    Quero ver quanto tempo a pureza ideológica desse site vai durar... Fiquei sabendo da existência desse site no Concatenum e espero que tenha qualidade. Um projeto parecido mas que não consigo ver progresso é o Dmoz.
    Yahoo! Noticias - Juiz muda decisão sobre loja pornô por causa de weblog

    O que me pergunto é porque o advogado que mantinha o blog não mandou um email para o juiz... Seria muito mais eficiente do que ficar postando notas num blog.
    IDG Now! - Justiça decidirá caso Microsoft hoje

    O jeito é esperar e ver às 18h30 qual é o tamanho da pizza... Espero realmente que a juiza Kotelly não seja mansa com a Microsoft, que perceba o quão prejudicial para o mundo da informática essa empresa está sendo.