9/30/2002

O Globo On line - Fust: um novo começo

Tomara que finalmente saia do papel esse projeto, se bem que a pergunta é com que dinheiro, já que o governo já desviou ele para preencher buracos no orçamento?
Começou hoje a revolução na área da difusão do conhecimento na Internet: MIT OpenCourseWare. Agora é esperar para ver que outras universidades seguirão por esse caminho prá lá de corajoso.

9/28/2002

IBLNEWS : Zamora, primera ciudad del mundo con cobertura 'wireless'

As redes wireless tem a mesma vantagem da telefonia celular: os custos de implementação de uma rede é muito mais barato que a convencional, baseada em cabos. Assim, tem todo sentido do mundo uma cidade pequena, de 65.000 habitantes, adotar uma solução dessas. Agora é esperar para ver tais redes se proliferarem.

9/27/2002

De um lado isso:
Info Exame - Gravadoras pedem apoio para sabotar P2P

Terra: Artistas entram na onda da RIAA
e de outro isso:
Blue Bus : Artistas acusam gravadoras de sonegaçao
E enquanto isso os preços dos CDs estão lá em cima...
UOL Jogos: Microsoft tenta comprar a Capcom, afirmam os boateiros

Microsoft quer comprar o Linux, dizem os boateiros. Microsoft quer comprar a Novell, dizem os boateiros. Microsoft vai abrir o código do Windows sob a GPL, dizem os boateiros. Microsoft vai queimar dinheiro em praça pública, dizem os boateiros...

Mas que diabos de jornalismo é esse que fica se baseando em boatos?
Terra: Usuários ainda gostam de spam

Ué? Alguma vez gostaram?
Eis uma dica que saiu no blog do Barata Eletrica Ezine: uma página onde está disponível para download o vídeo Brazil: Beyond Citizen Kane, filme que conta a história da Rede Globo e de como ela se tornou a emissora mais poderosa do país. Aproveite e baixe antes que o Roberto Marinho tire essa página do ar ;-)
XBox-Linux: Windows 2000 running on the Microsoft Xbox

Detalhe: para rodar o Windows 2000 no XBox é utilizado o Linux!
Texto no rodapé de um email que eu recebi:
Anti-spam note: Spam sucks, but we're a new company. The nice folks at NeoPlanet are letting us use this list. We need to get the word out, and we apologize if this message roya.
Pergunta: se os próprios caras acham que spam sucks porque diabos enviam? E que saco essa história do pessoal do NeoPlanet ficar distribuindo meu email por aí...
gildot : TCPA/Palladium e perda de Liberdade/Privacidade

Para ler e refletir.
Quer saber quando algo produzido nos Estados Unidos passa a ser de domínio público? Olhe essa lista. Seria muito interessante alguém fazer um brasileiro, não?

IDG Now! - Morre Bob Wallace, o criador do shareware
Reza a lenda que a idéia do shareware surgiu porque Wallace não queria dar o programa de graça, nem esquentar a cabeça com distribuição ou suporte ao usuário. Seu lema era "criar um meio de viver [de seu trabalho] e não de morrer".

O disquete com o PC-Write era vendido por US$ 10, mas os usuários tinham a permissão de distribuir cópias para outras pessoas. Aqueles que achavam que o programa valia algo poderiam registrá-lo por US$ 75 e receber uma cópia do manual.

O termo shareware também ajudou a acabar com a confusão entre freeware e programa de domínio público, deixando claro que o programa poderia ser distrubuido livremente, mas ele não era gratuito.

Além do clássico pedido de colaboração, Wallace introduziu um interessante meio de incentivo baseado no conceito de pagamento de comissões, ou seja, ao registrar o PC-Write (ou qualquer outro produto da casa), o usuário recebia um número de série que poderia ser colocado na tela de abertura do programa.

A partir desse momento, esse usuário poderia distribuir sua cópia registrada do PC-Write para seus amigos e, caso um deles resolva registrá-lo em seu nome, a Quicksoft perguntaria sobre o número que aparece na tela e utilizaria o mesmo para pagar uma comissão em dinheiro para o dono desse número.
Muito interessante essa ideia do número de registro... Você transformava o teu usuário num revendedor! Fico pensando o que poderia acontecer se esse sistema fosse aplicado a um software GPL não-gratuito. Será que essa é a resposta para o problema de capitalizar as empresas que tornam o seu código livre?

Magnet: Microsoft reconhece a chegada do Linux

O fato de dizer que pelo fato de ter um time inteiro concentrado em oferecer o melhor produto do mercado mostra que o Ballmer não entendeu o conceito de comunidade que há por trás do software livre... O Linux é o que é não pelo fato das pessoas se sentirem numa comunidade, mas sim por ser uma. É uma comunidade desagregada, conflitante, onde se discute coisas à toa e sem sentido? Sim, é, mas é justamente isso que faz o movimento todo ser algo excitante, ao contrário de uma coisa burocrática e com vistas apenas para o mercado.
Happy birthday to youuu...
4 anos de Google, 4 anos de boas buscas.
Pérola!
Planejamento Estratégico - Princípio, Meio e Fim

No início, existia um Plano...
E então vieram as Premissas...
E as Premissas não tinham forma...
E o Plano não tinha substância...
E a escuridão cobriu a face dos Funcionários.
Entao eles disseram entre si:
"- É um balde de merda, e ele fede."
E os Funcionários foram aos seus Supervisores e disseram:
"- É um pote de excremento animal, e não podemos viver com o cheiro."
E os Supervisores foram aos seus Gerentes dizendo:
"- É uma caixa de adubo, e ele é muito forte, de forma que não podemos suportá-lo."
E os Gerentes foram aos seus Diretores dizendo:
"- É um recipiente de fertilizante, e não podemos resistir a sua força."
E os Diretores comentaram entre si:
"- Ele contém aquilo que ajuda as plantas a crescerem, e é muito forte."
E os Diretores foram aos Vice-Presidentes dizendo a eles:
"- Ele promove crescimento, e é muito poderoso."
E os Vice-Presidentes foram ao Presidente dizendo a ele:
"- Esse novo plano irá ativamente promover crescimento e vigor para a Empresa, com efeitos muito poderosos."
O Presidente olhou para o plano, e disse que ele era muito bom...
E o plano virou Política da Empresa.
E é assim que a merda acontece.
O autor é Brunno Gens, e saiu na lista Radinho. Simplesmente perfeito!
Zamorim mandando bem:
O grande perigo das máquinas dominarem o mundo não tem nada a ver com os computadores inteligentes, mas com o emburrecimento dos técnicos, que ficam cada vez mais dependentes dos diagnósticos apresentados por "equipamentos modernos" e perdem a capacidade de perceber os problemas por conta própria. Pior, perdem a capacidade criativa de inventar soluções para os problemas que não acontecem "conforme o manual".
Perfeito.
Humor geek é isso aí:
Scotty começou sua carreira dentro da frota bem cedo, chegando a assumir
vários postos, até chegar ao seu posto na Enterprise, aonde assumiu a
função de engenheiro-chefe pela primeira vez. Lá, ele se destacou pela
fama de "fazedor de milagres", tirando a Enterprise de vários apuros em
eventos singulares, que custariam a vida de todos a bordo.
Scotty participou de maneira ativa, apontando as soluções técnicas em
todas as missões da Enterprise.
No ano de 2294, desapareceu em sua viagem à colônia de Norpin, sendo
resgatado 75 anos depois pela Enterprise do Capitao Picard.
Atualmente vive a viajar pela galáxia.

A equipe do CPD da UNIVATES resolveu homenagear este que é o ídolo de
todos nós que trabalhamos com suporte técnico dando o nome de Scotty ao
seu sistema de chamados técnicos, já usado há cerca de dois meses na
intranet da instituição e que agora ganha vida própria como mais um
software livre baseado no framework MIOLO.

É com orgulho que apresento a vocês o projeto Scotty.
Só lembrando: o fato da base do SAGU se chamar MIOLO não tem nada a ver com o vinho gaúcho Miolo, bastante usado justamente para fazer... sagu.

9/26/2002

Mars Simulation Project
The Mars Simulation Project is a free software Java project to create a simulation of future human settlement of Mars.
D-u-c-a-r-a-l-h-o ! ! ! Simular um planeta inteiro é simplesmente genial ! ! ! Levando em conta que Marte é praticamente um planeta sem vida (até onde se sabe), a simulação se dá em cima de elementos geológicos apenas. Muito, mas muito mais simples que simular o ecossistema terrestre. Vou procurar acompanhar esse projeto, com toda certeza!
Folha Online - Especialista questiona correção de bugs; Microsoft rebate
Folha - O pesquisador Thor Larholm publicou em uma relação de 19 falhas de segurança do Internet Explorer. Como a Microsoft responde a essas acusações? Algumas das demonstrações listadas na página de Larholm continuam a afetar o navegador, mesmo com atualização. Por quê?

Microsoft - O departamento de segurança da Microsoft tem ciência das questões levantadas por Thor Larholm, e continua a agir no interesse dos consumidores. Não é seguro assumir que toda alegação publicada na internet seja verídica. Em alguns casos, as alegações são totalmente falsas.

Em outros casos, os relatórios acertam ao apontar falhas, mas erram ao apontar o software em que elas estão. Embora a Microsoft tenha o compromisso de consertar falhas encontradas em qualquer um de seus produtos, isso coloca uma luz diferente sobre as acusações de ineficiência dirigidas ao Service Pack de algum programa.

Também houve relatórios que descreveram funções normais de um programa como se fossem falhas de segurança. A Microsoft investiga imediatamente todas as alegações de falhas de segurança em seus produtos. Quando um problema verdadeiro é encontrado, nós tomamos medidas apropriadas o mais rapidamente possível.

Quando nós concluimos que determinada alegação não corresponde a uma falha de segurança, nós também a estudamos. Por exemplo: avaliamos comentários sobre design contemplando versões futuras de programas.
Novalingua pura em ação... Reparou que em momento nenhum a pergunta é respondida, se as falhas reportadas são verdadeiras ou não? Simplesmente o que foi respondido é que há informações na Internet que são inverídicas, mas o principal, dizer se o pesquisador Thor Larholm está falando sério ou não, não é dito. Enrolação pura.

9/25/2002

Folha Online - Apesar de gratuito, Linux também ganha refinamento visual

Pelamordedeus! Cara Folha, por favor manda de volta esse repórter para a universidade que isso tá parecendo redação de 2º grau! Com certeza o cara faltou às aulas de redação...
Yahoo! Noticias - Pesquisa culpa foco da mídia pela pirataria de direitos autorais
"Eles se queixam dos Napsters", disse ela, referindo-se ao extinto serviço de troca de música digital condenado por violar leis norte-americanas de defesa dos direitos autorais. "Mas por que os Napsters existem? Porque o mercado os quer".
Pois é, simples assim...
PalmBeachPost: PalmBeachPost.com:Birdie might spy on Brazil

Ô Tio Sam, dá prá respeitar o nosso extra-espaço aéreo?
IDG Now! - Duas variantes do Slapper atacam servidores Apache

Pois é moçada: tem que dar um apt-get update de vez em quando, senão dá nisso aí...
Gostei da idéia do Heyday #1, e aí vai a minha participação:
Caso vire uma tendência, você aceitaria receber dinheiro ou prêmios (de sua lista de desejos do Submarino ou da Amazon, por exemplo) em troca de postar comentários favoráveis ou a divulgação de fansigns de determinada marca ou produto em seu blog?

Não, nem que a vaca fizesse a ré de bicicleta eu participaria de um esquema desses. Posso, isso sim, comprar um produto e dar minha opinião sobre ele, mas não em troca de prêmios. Para mim isso é prostituição intelectual, além de ser uma sacanagem com os teus amigos, que ocasionalmente lêem o seu blog.

No dia 11 deste mês a tragédia do World Trade Center completa um ano. Revendo o arquivo do seu blog, você destacaria algum dos comentários, indignações ou previsões que você postou na época? Comparando com o que você pensa hoje, você modificaria algo que comentou?

Infelizmente os arquivos do Blogger estão malucos e não há como lê-los... Outra hora eu vejo de novo, mas basicamente nada do que eu falei no período eu mudaria. Continuo achando que tem dedo do governo americano nos atentados. Não digo que eles participaram, mas foram conscientemente omissos.

O site de notícias Bluebus, surgido em 1997 e que ainda se mantém praticamente com o mesmo formato: ele poderia ou não ser considerado o primeiro blog brasileiro? Qual sua opinião?

Não, não pode. Blog é mais um formato que um índice de pequenos artigos. Obviamente o BlueBus poderia ser um blog, mas o fato é que do jeito que ele está não difere em nada dos outros sites de notícias, que disponibiizam igualmente as notícias de forma cronológia inversa.
Bem, é isso. Nenhuma resposta formidável, é verdade, mas enfim...
Webinsider: A volta da numeração dos CDs

Ou como Bon Jovi conseguiu calar a boca de quem se opõem ao projeto de numeração de CDs. O único detalhe é que a iniciativa de numerar o CD e usar esse número para dar acesso a um site não é pioneira: ela foi primeiramenta adotada pela banda Daft Punk.
Magnet: Mac eleitor tem sua vez

Não só usuário Mac, mas usuários de qualquer sistema que rode Java. Bela bola dentro do TSE, que mostrou preocupação com o cidadão que não roda Windows. Agora e só ver quando o pessoal que faz o programa do Imposto de Renda vai se mexer...

9/24/2002

TecBOL :
EUA usam supercomputador Linux para simular armas nucleares


Que notícia maravilhosa! Que notícia boa!!! Herrr, bem, pensando melhor eis um caso que um GPF não faria mal algum...

9/23/2002

Interessante. Pelo o que eu me lembro o domínio lula.la (la de latin america) apontava para um servidor da Marinha... Apontava, pois agora ele vai pro site lula.org.br . Deram o domínio pro Lula ou o PT comprou?
Já está disponível para download o beta do UnitedLinux. É baixar e ver o quanto é compatível com o Debian ;-)
Professor Blog: ao que tudo indica um curso online de como fazer blogs promovido pelo Sérgio Charlab, um cara que definitivamente não brinca em serviço. De qualquer maneira se antene que o curso começa em primeiro de outubro.
InfoGuerra: Especialista diz que urnas eletrônicas estão com bug

Como confiar num software que não pode ser auditado? Como confiar em uma caixa-preta, onde você não sabe se o que você votou foi o que foi registrado? Como não tem uma opção de imprimir o voto, o eleitor ver o que foi impresso, e daí colocar numa urna para validação posterior? Como podem achar que um sistema fechado e impenetrável desses, onde não se pode ter certeza que a coisa realmente funciona, é sinal de progresso? Como?
O CIPSGA está com uma relação bem interessante de parlamentares que apoiam o GNU/Linux no Brasil. Se você acha que o software livre é estratégico para o país no que se refere a desenvolvimento de TI dê uma olhada nela antes de votar.
Da coluna do Boechat em 19/09:
Mandaram ver

Somam R$ 15,5 bilhões as despesas dos órgãos do governo federal na compra de equipamentos de informática, entre 1995 e 2000. Detalhe: esta bolada foi gasta sem que uma única concorrência fosse feita.

Ontem, o Tribunal de Contas da União decidiu investigar a farra.

Por iniciativa do ministro Ubiratan Aguiar, uma inspeção especial será feita nos contratos, a partir de 2003 - o programa de auditorias este ano já foi deflagrado.
Pergunta mais que pertinente: quanto foi gasto em software?Opções por softwares livres não teriam sido mais baratos para a União?
Foi organizado pelo Comitê para a Democratização da Informática e pela Associação Comercial do Rio um debate com os representantes de cada candidato à presidência sobre a proposta de cada um para o setor de tecnologia e informática. O conteúdo do debate e as propostas de José Serra, Garotinho, Ciro Gomes e Lula para o setor você pode ler no Globo News. Vale conferir o que cada candidato promete.
MacOpz: Build Your Own G4

O detalhe é que isso é mais uma brincadeira que uma opção, pois o custo sai o mesmo que comprando um computador da Apple tradicional. Ou seja: é para aqueles que tem espírito "do it yourself", não para os que estão querendo poupar...
Já está na capa do Google o link para o Google News. O serviço é para ser lançado oficialmente hoje, depois de meses em beta-teste.
Estadão: Programa do Cray-SP identifica a voz do terrorista falastrão

O que eu acho interessante é que a matéria mostra que o Grande Irmão existe e nem se toca...Afinal o que temos aqui? Uma base de dados com ligações telefônicas realizadas fora do território americano (mais especificamente falando no Paquistão). É de se perguntar onde, no direito internacional, está definido que tal escuta pode ser feita.
Acessei um siteusando o Mozilla e dei de cara com isso:
Este site possui modernas tecnologias que não funcionarão no navegador que você está utilizando. Recomendamos que você instale o Internet Explorer para uma perfeita navegação.
Ok, numa página pessoal eu até aceito esse tipo de coisa, mas não numa agência de projetos para a Internet. E bonito é ver qual é a moderna tecnologia que o site faz uso: nada mais nada menos que uma simples chromeless window. Ah pára!

E agora a pergunta: não seria melhor deixar de lado, não se preocupar se a agência tem uma ótica absurda dessas de obrigar o acesso ao site com um browser específico? Não, se você olhar a relação de clientes deles. Há clientes ali que eu quero acessar, e não quero ser impedido de acessar por causa da preguiça de uma agência que acredita que frescurinhas são mais importantes que dar acesso à informação.
Mile High Comics: Make Mime Mek

Que piercing que nada! O futuro é mechanical body modification ;-)
PontoBR - Star One discrimina sistemas operacionais

O provedor Star One tem como cláusula nas políticas de uso o seguinte: "São proibidas ao CONTRATANTE as seguintes praticas: (...) Utilização do sistema operacional Linux no computador conectado ao Star One EasyBand, bem como a utilização de computador Macintosh." Coisa absurda isso!
Cara Agência Estado, afinal o Serra esteve ou não esteve em Tocantins?

A resposta certa? Seria que não esteve. Porém o que eu acho estranho é que a notícia errada continua no site do PSDB...

9/20/2002

PC World - O retorno do Cobol?

Poucas pessoas escrevem sobre Cobol atualmente. (...) Daí a importância do anúncio de uma nova solução Cobol na plataforma Linux. O produto é o Kobol, da theKompany.

O Kobol possui várias características interessantes. Inicialmente, tem um IDE (...) o Kobol também é orientado a objetos. Para muitos a idéia de um Cobol que trabalhe com objetos é tão atraente quanto um sorvete de couve-flor. Para algumas pessoas, porém, isso é fantástico.

A natureza multiplataforma do Kobol é interessante. A ferramenta funciona com Linux, mas também em Windows e, em breve, deverá trabalhar com Linux no PowerPC. (...) Uma demonstração gratuita pode ser baixada de www.thekompany.com. As versões são totalmente funcionais, mas possuem data de expiração. Mãos à obra.
Nessa mesma matéria o articulista fala do Lindows e conclui: "O LindowsOS pode ter futuro se conseguir desenvolver um caso mais atrativo para seu uso. Por enquanto, porém, ficarei como o Mandrake, obrigado."
OSNews - EXCLUSIVE: Xandros Beta 3 Preview

These days, the big players in the Linux "purely-desktop market" are Lycoris, Lindows, ELX and the much awaited Xandros Desktop 1.0. OSNews got their hands to the latest version of Xandros (beta3b) and we are giving it a whirl. Read more for information and screenshots.
Mais iniciativa no mundo "Linux rumo ao desktop" com o Xandros. Vale conferir a análise e os screenshots.

O Xandros é o resultado da compra do Corel Linux, distribuição começada pela Corel, pela Linux Global Partners, que é uma holding que investe em empresas de Linux. Entre os investimentos estão Ximian, Code Weavers, Metro Link, GNU Cash e Gobe Software. A holding de investimentos comprou a distribuição e fundou a Xandros, que está desenvolvendo o Xandros Desktop.

Foi a Xandros que, por sinal, fez o sistema de instalação do Lindows, que acabou de lançar sua versão 2.0. Para aproveitar o tema, confira também a análise do OSNews da nova versão do Lycoris Desktop/LX, que também é uma distribuição Linux voltada para desktops.
IT-Director.com - Is Linux Coming to a Desktop Near You?

This week the rumour mills are overflowing with open source stories. Whether it be news of Red Hat's latest software release, information on Sun's plans to grab desktop share with Linux or details of IBM's latest tie up to offer Linux across its server platforms, Open Source is certainly in the news.

(...) Red Hat 8.0 has a much improved graphical user interface built on the Gnome 2.0 code. The software also includes an enhanced version of the Mozilla browser and the Nautilus file manager. With the Open Office suite and a new Evolution e-mail client completing the package, Red Hat 8.0 may at last make the Open Source desktop a credible solution for certain users.

Indeed, it is expected that Sun Microsystems will highlight its desktop plans at the SunNetwork conference in Santa Clara this week. It is widely reported that Sun chief Scott McNealy will announce more of the company's plans for its push to exploit the Linux market. Whilst speculation is rife as to whether Sun will attack the desktop head on or target high-end workstations, it is expected that the company will offer a package of its own Linux software along with other leading open source offerings.

(...) Together, these developments indicate that Linux is still a headline grabbing system and is continuing to undergo rapid development. Clearly it is extremely unlikely that Windows' overwhelming dominance of the desktop is going to slump overnight or that Linux will take hold of a large slice of the end user market. However, with Linux evolving into a credible desktop platform and other desktop support architectures such as thin client offering reliable, manageable alternatives to Windows, Microsoft needs to watch its back. There are other options to desktop Windows.
Plantão Info - Mercado preocupa-se com futuro da Lucent

Desde janeiro de 2001, a Lucent demitiu mais da metade de sua força de trabalho, de 106 mil para 45 mil funcionários, cortando gastos e custos, vendendo unidades não essenciais e encerrando produção de itens deficitários.

Vários analistas afirmam que a empresa precisa enxugar o quadro de pessoal para menos de 30 mil funcionários, se quiser atingir sua meta de retorno ao lucro em setembro de 2003.
Boa sorte. Por curiosidade, dei uma passada para ver os projetos da Bell Labs. Mesmo não entendendo dessa área avançadíssima da tecnologia, há alguns projetos que parecem interessantes:

  • Eclipse: An operating system for reservation domains: Quality of service (QoS) support in operating systems.
  • Fellini: Fellini is high performance media server software that supports both streaming media data (e.g., video, audio) and conventional data (e.g., text, binary, images).
  • Möbius: Scheduling for Large-Scale Data Dissemination Systems.
  • NSBD: NSBD, Not-So-Bad Distribution, is an automated distribution system that is designed for distributing open source software on the internet, where users cannot trust the network and cannot entirely trust the maintainers of software.
  • Plan 9: Network operating system & programming environment.
  • R++: Rules in C++: R++ is ``rules in C++''. R++ is an extension to C++ that bridges the gap between object-oriented programming and data-driven (rule-based) programming. Programs written in R++ have all the facilities of C++ plus a new programming construct: a rule.
  • Continuando a série de entrevistas que a Info está fazendo com os candidatos a presidente, hoje é a vez de Francisco Assis, engenheiro que faz parte da equipe de TI de Ciro Gomes, falar sobre as propostas da Frente Trabalhista para a área de tecnologia:

    Plantão Info - Ciro pretende rediscutir recursos do Fust

    ...a idéia do candidato é promover uma ampla discussão para que os recursos sejam mais bem empregados. "Não adianta distribuir computadores, se muitos brasileiros ainda não sabem ler", comenta Assis.

    Para a equipe de Ciro é necessário fazer com a área de TI o mesmo que foi feito com a indústria automobilística durante o governo JK, ou seja, investir em infra-estrutura e oferecer condições para que o setor se desenvolva.

    (...) O software livre também está entre as prioridades. Para Assis, os programas de código aberto podem ser mais bem adaptados à realidade brasileira e podem ser utilizados de uma maneira mais direcionada. "O software livre é uma boa opção não pelo preço, mas pela liberdade e flexibilidade que ele oferece", conclui.

    9/19/2002

    Ontem mesmo, e só hoje eu vi, a Info publicou as respostas do assessor de Garotinho para TI, o pesquisador Fernando Peregrino.

    Plantão Info - Garotinho defende ensino à distância

    O ensino à distância pode ser uma arma importante contra as altas taxas de analfabetismo. (...) "No Brasil não há professores suficientes para atender ao ensino médio. Precisamos formá-los. E para isso nada melhor que a utilização de tecnologias que permitam o ensino à distância"

    (...) O governo eletrônico, ou seja, os portais que oferecem informações e serviços aos cidadãos, também deve ser aprimorado, segundo o programa de Garotinho, e levado a uma maior parcela da população através de serviços comunitários de acesso à internet.

    (...) No projeto de Garotinho também é previsto um investimento nas universidades para que tecnologias na área de informática e biotecnologia passem a ser desenvolvidas aqui dentro. "O Brasil paga hoje 3 bilhões de dólares por ano na importação de tecnologia. Há dez anos eram 300 milhões de dólares. Temos que investir e produzir tecnologias aqui dentro para diminuir as importações nessa área", afirma Fernando Peregrino.
    Internet é isso aí. Uma das flagradas (ou pelo menos alguém que se diz uma das) na festa da GV resolveu abrir o bico e dar um cala-te quieto no pessoal que tá com discurso moralista: Fiz sim, e daí? Eu da minha parte tenho que concordar: "sejamos felizes façamos sexo". Mas sexo oral em um desconhecido é meio que gostar de riscos, não? Ou será que ela colocou a camisinha com a boca? Bem, enfim...
    Yahoo! Noticias - Justiça manda WorldCom bloquear acesso à pornografia infantil

    A causa é justa, porém os meios de por ela em prática... Afinal está se abrindo o precedente jurídico que permite que o governo americano um dia possa fazer o mesmo que o governo da China, restringindo o acesso dos cidadãos a determinadas informações e/ou serviços. Quem garante que no futuro não se vai proibir redes P2P por haver tráfego de pornografia infantil ali?

    Mas como resolver esse problema do abuso sexual infantil? Bah, quem dera alguém saber a resposta...
    Você tem certeza que o atual sistema de patentes foi criado para beneficiar os criadores? E se eu disser que o criador do led azul nunca ganhou nada com a sua invenção, que todo o lucro foi para a empresa onde ele trabalhava, empresa essa que recomendou ao inventor não continuar suas pesquisas, pois achava que ele não teria sucesso? Foi preciso ele entrar na justiça para receber alguma coisa, e a justiça determinou que ele pode vir a receber parte dos lucros, contudo a patente continuará pertencendo à empresa. A história toda está na The Japan Times Online.
    politechbot.com: CEA's Gary Shapiro: P2P file swapping is both legal and moral

    Reforçando a notícia publicada ontem pela C|Net, eis a transcrição completa da defesa ao P2P feita por Gary Shapiro, CEO do Consumer Electronics Association.
    Bom seria se as páginas web fossem acessadas a partir de qualquer browser em qualquer sistema operacional, mas enquanto isso não acontece devemos dar os parabéns pro pessoal do Banco Itaú, que fez uma versão do seu site para clientes que usam Linux.
    Você sabe que as pessoas gostam da Microsoft quando dá uma olhada no The Official Microflaccid Web Page.
    Folha Online - Microsoft lança hardware para redes sem fio Wi-Fi

    Droga! A coisa toda estava indo tão bem...
    Pois é, peguei a dica no rafa e fui conferir o Pravda em Português. E lá dou de cara com essa notícia singela (o destaque é meu):
    Escândalo nuclear na Ucrânia

    Pyotr Simonenko, o líder do Partido Comunista da Ucrânia, disse na quarta-feira passada que havia 2,400 ogivas nucleares na Ucrânia em tempos soviéticos. Destes, há documentos para o transporte para a Rússia de só 2,200, sendo 200 ogivas nucleares desaparecidas.

    A reacção oficial veio no dia seguinte, mas foi frouxo. O Vice-Chefe das Forças Armadas da Ucrânia, Nikolai Goncharenko, disse que a afirmação de Simonenko não tinha qualquer fundamento, dizendo que todas as armas estratégicas tinham sido entregues à Rússia de acordo com os tratados tri-laterais para o destino de tais armas.
    Espero que a afirmação realmente não tenha fundamento... Pombas! Se essa conta estiver certa são 200 ogivas nucleares espalhadas pelo mundo. Levando em conta que o poder de destruição de uma ogiva nuclear na década de 60 já era 100 vezes maior que a bomba que foi largada sobre Hiroxima é de se ter medo, muito medo.
    Abaixo falei sobre a série de entrevistas que a Info começou a fazer com os candidatos a presidência. A Business Standard também fez isso na matéria Brasil Digital, do dia 18 de agosto. Vale a pena conferir a íntegra do texto pois aqui só colocarei trechos. A primeira parte fala o que o governo FHC fez e na segunda estão as propostas dos candidatos Garotinho, Lula e Serra. Segundo o site, "Tentamos por quase dois meses obter a posição do candidato (...) Ciro Gomes, mas até o prazo final do fechamento, as respostas não haviam sido enviadas por sua assessoria." Confira:

    São quatro os pilares da proposta do governo eletrônico do FHC. Veja um resumo sobre cada um dos itens:

  • Rede Br@sil.gov: busca procedimentos para a contratação de serviços de rede e infra-estrutura. (...) Ainda não saiu pois há um impasse com a legislação 8.666, a lei das licitações, e uma grande disputa entre os prestadores de serviços, que estão brigando na Justiça.

  • Universalização: é a área em que menos se avançou em função das desavenças políticas. Embora os recursos do Fundo de Universalização dos Serviços de Telecomunicações (Fust) possam ser utilizados em projetos desta área, o impasse entre os interessados determinou o bloqueio da verba pelo Tesouro Nacional para viabilizar o superávit comercial. Agora, há negociações para a liberação do dinheiro.
  • Vale abrir o parêntesis aqui e lembrar que Fust foi desviado para compensar a perda da CPMF. Continuando:

  • Serviços: a meta do presidente Fernando Henrique Cardoso é terminar seu governo com 100% dos serviços públicos que não precisam da presença física dos cidadãos online. (...) Vale a pena destacar o Comprasnet, portal de compras que tem sido citado internacionalmente como um dos mais avançados do mundo.

  • Normatização: é a parte técnica do governo eletrônico. Desenvolveu normas e padrões, uma necessidade básica para qualquer projeto na área. Ajudou no desenvolvimento da Infra-Estrutura de Chaves Públicas do Brasil, um conjunto de regras que tratam da certificação digital, o que vai garantir a autenticidade das assinaturas na internet.
  • Agora vamos para as melhores partes das respostas de cada candidato:

  • Garotinho: "(...) apenas 13,6 milhões de brasileiros têm acesso à rede mundial de computadores. (...) Além de poucas pessoas terem acesso à Internet, os custos de telecomunicação têm sido muito mais elevados nos países em desenvolvimento do que nos chamados países desenvolvidos. É mais um paradoxo. A criação de salas de acesso nos municípios pode ser uma maneira realista de reduzir o analfabetismo tecnológico a curto prazo, já que os custos de telecomunicação, aquisição de equipamentos e softwares são altíssimos e proibitivos para a população da baixa renda. Podemos utilizar o Fundo de Universalização das Telecomunicações, que hoje tem mais de R$ 1,2 bilhão depositados, para apoiar os municípios e permitir que eles montem, rapidamente, estruturas de governos eletrônicos.

    (...) Segundo técnicos do BNDES, há espaço para que nosso País fabrique, internamente, os circuitos eletrônicos, deixando, assim, de importar estes componentes. Temos recursos, competência empresarial e tecnologia para isso. E há outros itens da cadeia produtiva de eletrônica e de semicondutores que iremos privilegiar dentro de uma nova política industrial que implantaremos no País."

  • Lula: (...) A prioridade da gestão do PT é colocar todos os serviços públicos na rede, exceto os que requerem atendimento direto e pessoal. Também iniciaremos um programa de integração de serviços públicos nacionais via Internet. Outro elemento essencial é criar uma linha de financiamento para a montagem de governos eletrônicos nos municípios, isto sem esquecer que governo eletrônico para ser completo deve incorporar a idéia de inclusão digital.

    (...) Toda nação que participa da globalização de forma subordinada aprofunda sua dependência e degrada a qualidade de vida e de emprego da maioria da sua população. Precisamos de uma política nacional de desenvolvimento de software e hardware que surta efeito a médio prazo.

    Poderemos incentivar a produção de software nacional principalmente com o uso de soluções abertas e livres. Além de termos acesso ao total conhecimento dos softwares, poderemos gerar novas soluções voltadas para a realidade brasileira e para a conquista de mercados no exterior. O Brasil já se destaca pelo desenvolvimento de software de gestão, temos que entrar agora nas áreas de maior valor agregado, como o desenvolvimento de sistemas de segurança e aplicativos para uso em larga escala e em redes de altíssima velocidade com a Internet 2.

    (...) É preciso permitir que o Estado armazene dados de interesse dos cidadãos para aumentar sua eficiência em diversas áreas: a saúde, educação, arrecadação e segurança. Por outro lado, é fundamental assegurar a privacidade e a liberdade dos cidadãos. Com a comunicação em rede não é necessário um banco de dados central para a maioria das ações de governo. O que precisamos é construir interfaces amigáveis e garantir a operação eficaz das soluções adotadas.

  • Serra: [sobre um banco de dados centralizado com informações dos cidadãos] Não creio que isso seja adequado. Um dos aspectos a serem regulados nesse terreno é a questão dos direitos à privacidade. A prioridade deverá ser para o reforço ao Cadastro Nacional de Informações Sociais (CNIS), que permite integrar informações de diferentes órgãos relacionados com a vida do trabalhador e seus direitos frente às políticas social e previdenciária.

    (...) A sociedade da informação é uma realidade irreversível. Quem ficar fora dela estará fora da economia globalizada. A inclusão digital deve ser um direito básico, como a educação e a saúde. O meu governo estará profundamente comprometido com a inclusão de todos no Desenvolvimento do País e isso passa, certamente, pela inclusão digital que deve começar nas escolas, com a inclusão dos professores que por sua vez trarão os alunos prosseguir nos Infocentros e Quiosques de acesso público à Internet e nas linhas de financiamento para aquisição de computadores pessoais.
  • Espero que não me acusem de promover um ou outro candidato. É que a maioria das respostas são parecidas. Por isso, recomendo aos interessados a leitura integral da matéria. Nos trechos que coloquei acima, procurei os mais interessantes. Gostei de ver o Lula e o Serra tocando no assunto e defendendo a privacidade, já que isso é muito importante. Ando muito atento, nestas eleições, às propostas de cada candidato no setor de tecnologia. Assim que puder, eu quero colocar aqui um especial sobre urnas eletrônicas. Espero que até o final do mês ou no começo de outubro eu consiga organizar o texto.
    BBC NEWS | Wireless hitchhikers branded as thieves

    Na visão da Nokia warchalking é roubo, visto que se está usando largura de banda sem a permissão da pessoa que está pagando. Olha, isso é generalização e pronto. Afinal, como a Nokia pode saber que aquele ponto WiFi não foi disponibilizado pela empresa e ou pessoa que está pagando?
    Post muito interessante esse que está no blog Tá na Tela. Vale dar uma olhada.
    Yahoo! Noticias - Sites de notícias estão entre os mais acessados no trabalho

    Que coisa... pelo tom adotado na matéria, chamando o ato de acessar sites de notícias como "fonte de vício", até parece que se manter informado é algo ruim, o que não é verdade. Ok, volta e meia um que outro funcionário vai ver notícias como essa, mas fico na pergunta de se a pesquisa levou em consideração isso ou só generalizou, não levando em consideração se as notícias acessadas tem relação com o trabalho feito.
    Terra: Especialista brasileiro afirma que Internet promove pedofilia

    Pssss... de novo essa história?

    9/18/2002

    Info Exame - Clone do AudioGalaxy volta à ativa

    O AudioGalaxy era um dos sistemas P2P mais interessantes que já apareceu. Espero que esse daí dure.
    Daniel Lafraia, que no mês passado apareceu aqui com a dica de Subnetting, volta agora com outra utilidade: IP Calculator. Bonzinho, ele também liberou o código da função em PHP para a calculadora.
    Mais marketing da Sun contra a Microsoft:

    Globo News - Sun aposta em desktop Linux para lutar contra Microsoft

    A fabricante de computadores Sun Microsystems anunciou nesta quarta-feira planos para um desktop de baixo custo baseado no sistema operacional Linux, em um esforço para combater a arquiinimiga Microsoft. (...) A companhia pretende começar a comercializar o desktop Linux como uma máquina relativamente desnuda, ao invés de uma 'maravilha multimídia', buscando call centers corporativos, governo e escolas.
    Na área de Linux para desktops, o que hoje é um dos assuntos mais recorrentes quando se fala no sistema operacional, a Sun colabora no Gnome. Os quatro gaúchos que estiveram na LinuxWorld este ano descreveram a empolgação da empresa com o Gnome:

    Curioso era a parte GNOME da SUN. Tinha o seginte cartaz: " GNOME 2.0: The winning Desktop for innovation." Seus adesivos diziam: "I love GNOME"
    Mas será que essa estratégia vai realmente funcionar?
    Depois de muito trabalho, vislumbro novamente o tempo necessário para continuar colaborando com o Mahna Mahna neste site. E, em época de eleições, é bom analisar as propostas dos candidatos para com a indústria da tecnologia no país. Não só defendendo este ou aquele modelo, mas mostrando propostas para esse mercado. Pois a Info começou um especial com os candidatos sobre o assunto. O primeiro a responder foi o assessor de TI da campanha do PT:

    Plantão Info - Governo Lula vai priorizar o software livre

    ...o governo Lula priorizará a utilização de softwares livres como o Linux em todo o país. A intenção é estender a política que já existe em alguns locais governados pelo PT, como Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro e as cidade de São Paulo e Recife. "A utilização de softwares livres nos dá maior conhecimento da tecnologia e segurança, porque os códigos são abertos", explica Sérgio Rosa.

    (...) Já na área de hardwares, Sérgio Rosa reconhece que o problema é bem maior, porque a instalação de uma fábrica de computadores, por exemplo, exige um investimento bem maior do que uma de software. Segundo ele, oito dos principais fabricantes de computadores e componentes, entre eles Dell, IBM, HP, Intel, Itautec Philco, Solectron e Acer, enviaram um documento com propostas para o candidato. Elas alertaram sobre a existência de um mercado cinza, que trabalha com produtos contrabandeados, paga menos impostos e conseqüentemente acaba praticando uma concorrência desleal.
    Vale ler toda a matéria.
    ScienceDaily Magazine -- New Computer System Solves Problems By Tricking Computers

    O sistema Weaves, basicamente, simula e emula outros sistemas computacionais. Resultado: ele pode rodar qualquer tipo de programa de computador e reconhecer qualquer tipo de arquivo. Acho bom demais para ser verdade...
    Mais ZDNet News: Is Uncle Sam going too easy on Microsoft?
    (...) Intentional design choices and unintentional bugs in Microsoft Windows, Outlook, Word and Explorer have created vulnerabilities so numerous they've become legendary. Shoddy default settings have practically begged intruders to plunder Windows-equipped PCs. Any serious look at Internet security has to start with the world's largest software company.

    But the Bush administration appears to have punted.

    (...)

    One explanation for the draft report's marked silence is that there is an unusually close relationship between Microsoft and the White House. Howard Schmidt, vice chairman of the White House's National Critical Infrastructure Protection Board, once worked at the Air Force and then became Microsoft's chief security officer. Schmidt's group, headed by "cybersecurity czar" Richard Clarke, is responsible for preparing this week's report. Scott Charney, Microsoft's current security officer, is another former federal official.
    Seria de estranhar que não houvessem pessoas dentro do governo que tivessem tido ligações com a Microsoft. O que eu não esperava é que eles estavam em posições estratégicas tão altas...

    Falando em CDs protegidos:

    ZDNet News: Label to identify copy-protected CDs

    Ou seja: a idéia é que os CDs protegidos venham com um logo identificando ele como protegidos. Ou seja: mais uma coisa para servir de justificativa para os altos custos do CD...
    Antes de comprar um CD convém dar uma olhada no Fat Chuck's, um site que lista CDs protegidos, que não respeitam o seu direito de fazer uma cópia de segurança.

    9/17/2002

    Invertia - Dez milhões de pessoas rejeitam Alca

    Sim, eu fui um que votou contra a ALCA no pleibiscito, mesmo ele sendo induzido, como lembrou o Mikhail Askhalsa, mas o fato é que eu não podia como cidadão deixar de dar a minha opinião. E qual é ela: que no setor de TI a ALCA é um perigo para o país, pois traz embutida em si a DMCA, e a DMCA é extremamente daninha para o consumidor, só americano e dono de gravadora não vê. Além disso há lobbys sendo articulados para praticamente proibir a criação de software livre nos Estados Unidos, usando justamente a DMCA como justificativa. Ou seja: passaríamos a consumidores de caixas-pretas, de produtos fechados, enquanto podemos muito bem sermos produtores de soluções para os nossos problemas. Imaginação é algo que não falta ao brasileiro. O que falta ao brasileiro é acesso às ferramentas e educação para que ele possa usar elas.
    É do rafa a dica: Gore Vidal no caderno Mais da Folha. E entre outras pérolas ele manda essa:
    É provavelmente por isso que não se ensina geografia, de verdade, desde a Segunda Guerra Mundial -para manter as pessoas na ignorância sobre onde estamos detonando tudo, sobre por que a Enron [empresa de energia que quebrou em dezembro passado] quer explodir tudo ou por que a Unocal, uma grande empresa que constrói oleodutos, quer que uma guerra comece em determinado lugar. E as pessoas dos países que recebem nossas bombas ficam iradas. Os afegãos não tinham nada a ver com o que aconteceu ao nosso país em 11 de setembro. Mas a Arábia Saudita, sim. Parece que Bin Laden está envolvido, mas não sabemos ao certo. Quero dizer, quando fomos ao Afeganistão para tomar conta do país e detonar tudo, nosso general em comando, indagado sobre quanto tempo levaria para encontrar Bin Laden, fez cara de surpreso e disse: "Bem, não é para isso que estamos aqui".

    Na realidade - e isso é algo que você não verá dito em lugar nenhum, no momento - houve uma tentativa imperial de apossar-se de recursos energéticos. Até agora o golfo Pérsico tem sido nossa fonte principal de petróleo importado. Fomos para lá, para o Afeganistão, não para tirar Bin Laden de lá e termos nossa vingança. Fomos para o Afeganistão em parte porque o Taleban - que nós mesmos instalamos no poder, na época da ocupação russa - estava ficando desvairado demais e porque a empresa californiana Unocal tinha feito um acordo com o Taleban para construir um oleoduto que lhe desse acesso ao petróleo da região do mar Cáspio, que é a maior reserva petrolífera do mundo. Ela queria fazer com que aquele petróleo passasse por aquele oleoduto, atravessando o Afeganistão e o Paquistão até Karachi, e, de lá, o embarcar para a China, o que seria tremendamente lucrativo. Qualquer grande empresa que conseguisse participar desse negócio faria uma fortuna. E você verá que essas empresas têm suas ligações com Bush, [o vice-presidente] Cheney, [o secretário da Defesa, Donald] Rumsfeld ou algum outro membro da "Junta do Gás e do Petróleo", que, ao lado do Pentágono, governa os EUA. Tínhamos planejado ocupar o Afeganistão em outubro [de 2001", e Bin Laden, ou seja quem for que nos tenha golpeado em setembro, lançou um ataque preventivo antecipado. Eles sabiam que estávamos a caminho. E o ataque foi um aviso, uma tentativa de nos pegar desprevenidos.
    Não, não é nenhuma informação nova, só que tem um gosto todo especial por ser dito por um americano. Ok, Gore Vidal foge totalmente do perfil do americano medíocre, mas mesmo assim é um alento.
    Palindromo: Todos os brasileiros terão e-mail

    Melhor: estão transformando os postos dos Correios em cybercafés, sem o café... É interessante ver que isso é algo que muito bem podia ser feito pela iniciativa privada, como se vê nos Estados Unidos e Europa, onde é comum haver "virtual office"s com acesso à rede e serviços de impressão e digitalização por um custo bastante baixo. porque isso não acontece no Brasil? Por conta dos custos de infraestrutura. Computador é caro, linha telefônica é cara (vale lembrar que são poucas as cidades que oferecem ADSL, de forma que nas pequenas cidades a coisa é no pulso mesmo), a taxação sobre serviço prestado é alto. Seria bem mais interessante para o governo dar condições para que esse tipo de serviço seja oferecido no Brasil do que mudar o perfil do trabalho oferecido pelos Correios (que é muito bom, por sinal). Havendo espaço para concorrência haveria mais empregos, haveria mais circulação de capital, e por aí vai. Mas não: o governo tem a visão tacanha de que impostos sobre ferramentas é bom pro governo, enquanto a pessoa que ia usar tal ferramenta para abrir seu próprio negócio deixa a coisa de lado por falta de capital. Triste.
    Terra: TV paga precisa de mais anunciantes

    Ou seja: pague para ver comerciais. O pessoal da TV por assinatura ao ver que a sua "base estagnada" deveria fazer algo para ampliar essa base, e não dar motivos para quem paga deixar o serviço de lado.
    Do sempre oportuno Cabide D'Askhalsa:
    A Polícia Federal está criticando um decreto do Fernando Henrique determinando que a PF, a Polícia Rodoviária Federal e os ministérios devem relatar TODAS as suas atividades à Agência Brasileira de Inteligência, a famigerada Abin. Editado no dia 13 deste mês, o decreto passou a valer na hora em que foi publicado no Diário Oficial da União. Para os agentes da Polícia Federal, o FHC está recriando o antigo e ainda mais famigerado SNI, o órgão de informações do regime militar.

    A Abin, cabe ressaltar, é também responsável pelo Cepesc, órgão responsável pela parte de criptografia da urna eletrônica.
    Pois é, e isso que o homem tá saindo. Imagine se ele pudesse se reelejer de novo...
    eWEEK - Apple Folds in Mac OS 9 Group

    Sim, a Apple está descontinuando o desenvolvimento do Mac OS 9. Até aí nada demais. O Mac OS X já está aí a um tempo considerável e nada mais correto que a empresa redirecionar os seus esforços para ele. Mas, na verdade, o que chama a tenção é o seguinte:
    According to sources, the reorganization does not significantly reduce the number of staffers involved in Apple's OS efforts; some departing employees have not been replaced, and a number of former Mac OS 9 developers have moved to Marklar, the company's Mac OS X-on-x86 project.
    Sim, Marklar. Esse é o nome chave que devemos prestar atenção agora, visto que ele é um port do MacOS X para a plataforma Intel. Mais informações podem ser obtidas na própria eWEEK.
    Folha Online: Para onde vai o mundo com os vasos sanitários on-line?

    :-) Very very funny :-)
    Finalmente achei um partido para votar: PIB - Partido da Internet Brasileira.

    9/16/2002

    UOL Inovação : Exploração espacial exigirá uma nova espécie de robôs inteligentes

    Matéria muito legal do UOL, falando de cibernética, reudes neurais e outras coisas interessantes. Vale a pena dar uma olhada :-)
    Terra: Estudo diz que propriedade intelectual é atraso

    Detalhe é quem fez o estudo: nada mais nada menos que o governo britânico. Ou seja, não é um instituto obscuro que saiu sabe-se lá de onde e que é financiada sabe-se lá como. É uma paulada em cima da RIAA e outras entidades que estão fazendo uso das leis de patentes e de direitos autorais para manter uma situação de poder.
    The Register: Imagining a mobile phone P2P network

    Com os celulares e os handhelds convergindo, com um poder de computação e armazenamento cada vez maiores, utilizando redes Wi-Fi, a pergunta que se faz é: "e porque não?"
    Olha que coisa "mais amor":

    O detalhe é que são equipamentos que custam bilhões (sim, você leu certo, bilhões) de dólares :-) É a informática botando seu lado criança prá fora, mesmo que seja em equipamentos que serão utilizados pelas forças armadas...
    Folha Online - Cuba recorre à internet para combater o terrorismo

    Novalíngua não é exclusivadade dos americanos de direita: até o Fidel está fazendo uso do discurso anti-terrorista para controlar quem faz oposição a ele...
    E lá do Barata Elétrica vem o aviso: TRE apreende mais um simulador
    de urna eletrônica em Brasília
    . Você realmente confia que seu voto é o que você "depositou" lá?
    Ops! A coluna da Esther Dyson, no UOL, agora está na área restrita para assinantes! Bem, menos mal que ultimamente tava um saco ler aquilo, já que ela só ficava falando na indústria de software da Rússia...

    E não é só a Esther Dyson, mas o Steve Outing também...
    Você sabe que é hype no bom sentido quando se vê citado na Wired assim:
    Daniel Pádua, author of blogchalking, (...)
    Parabéns Daniel. Sua idéia simples (e por isso mesmo genial) realmente conquistou o mundo :-)
    Meio que sem querer o Edney está criando uma coisa totalmente nova:
    Olá a todos, eu sou o robôzinho do site do InterNey, a partir deste momento ele vai sumir por 10 dias e deixou comigo algumas mensagens para serem publicadas no decorrer desses dias, são mensagens falando sobre seu casamento e sua viagem de lua-de-mel.
    Simplesmente demais essa idéia. Seria interessante se ele fosse atualizando o blog e dizendo se o que era expectativa dele realmente se realizou. A essas alturas o cara já deve estar voando sabe-se lá prá onde com a sua amada Cláu.

    Hmmmm, pensando bem, estamos falando de lua de mel, e ficar atualizando blog no meio da lua de mel é o cúmulo da nerdice. Assim sendo, boa viagem Edney. Na tua volta a gente vê se tudo correu bem ;-)
    Ok, ok, a Microsoft pode fazer sistemas falhos, verdadeiros queijos suíços, mas essa é cruel: "A idéia é que a Apple Brasil participe cada vez mais do Ctrl Alt Del para falar sobre as novidades da empresa". Pô, botar alguém da Apple falando num programa chamado Crtl Alt Del é o cúmulo da tiração de sarro...
    IDG Now! - Freeware corrige falha grave no XP sem exigir o SP1

    O detalhe é que tem gente tentando atualizar o Windows XP e está enfrentando problemas, principalmente no que diz respeito à identificação... Ou seja: esse freeware vem em ótima hora (isso se ele corrigir só fizer o que se propõem: já que o código é fechado não há como confiar totalmente...).
    Aliás, acabei de ver no blog do Pedro Dória o seguinte: Mahna Mahna, anônimo autor do inacreditável blog de tecnologia Don't believe the hype. Sim, exato, esse blog é inacreditável: não acredite em nada que você lê aqui ;-) Desconfie de tudo, desconfie do hype, use seu próprio discernimento, analise e fique sempre com um pé atrás, já que ninguém é dono da verdade e todos somos falhos, visto que (ainda) somos humanos :-)

    E para quem quiser ver uma cópia da mensagem com aquela que eu aceito como sendo o primeiro smiley (ok que não tenha olhos, mas queriam que o cara já fosse acertando de cara?) dê uma olhada aqui ou aqui.
    Gozado como pontos de vista determinam a percepção de um fato. Pegue por exemplo esse exemplo:

    IDG Now! - Nova praga séria ataca servidores Linux/Apache
    O código-fonte e o binário do Slapper estão circulando pela Internet, o que pode levar ao surgimento de variantes mais perigosas.
    Numa análise rápida de fato ter um worm com o seu código aberto é perigoso, pois realmente alguém pode pegar o código ali contido e fazer uma variante. Contudo é possível também pegar o código do worm e ver que mudanças podem ser feitas, e já se ir fechando os buracos que o Apache rodando o mod_ssl. Se fosse um worm circulando de forma binária, sem o seu código conhecido, seria muito mais difícil fazer tal estudo, assim como desenvolver uma correção.

    Mas, saindo um pouco da viagem, que título triste essa matéria tem, não? Afinal o worm ataca sistemas onde rodam o Apache com o mod_ssl instalado, seja ele Linux, seja Unix, seja Windows, como pode ser visto na própria matéria.
    No Mínimo tem uma matéria muito boa (prá variar) do Pedro Dória sobre o uso de software livre no Estado brasileiro: O genérico do software. Confira que vale realmente a pena.

    9/13/2002

    Mycroft Holmes? Que Mycroft Holmes? Ah sim, sim, o Mycroft Holmes... Pois é, ele tá dando uma de McBee :-) Na verdade o cara tá afundado de trabalho e não pode atender o telefone nesse momento, mas logo logo ele liga de volta.
    Terra: Gartner aconselha corporações a esquecerem o Pocket PC

    Motivo? Segurança. O sistema tem mais furos que um queijo suíço. Mas impagável é a declaração de Doug Dedo, gerente do setor móvel da Microsoft (aliás Dedo é um nome adequado para alguém que gerencia o desenvolvimento de handhelds):
    "Segurança é um tema que vai além do dispositivo. Com o Pocket PC, nós provemos uma plataforma de segurança que encoraja as empresas a estarem mais ativas quanto à segurança"
    Caramba, o cara disse tudo e não disse nada...
    Terra: Acessório transforma celular em miniprojetor laser

    Caramba! Só falta fazer chover o troço... E ainda vem me dizer que um chip transforma o celular em leitor de código de barras? É realmente difícil de acreditar.
    Yahoo! Noticias - Acesso wireless em trens

    Bem que podiam botar isso no metrô aqui em Porto Alegre. Se bem que seria absurada a quantidade de gente andando prá cá e prá lá no metrô o dia todo, indo e voltando, só trocando de carro...
    BBC NEWS - Reality TV search for Argentine politician

    Los hermanos eston locos!
    Bem interessante esse artigo sobre freeware e shareware. Ok, ele adota aquele velho discurso de "se não é de uma grande software-house poderá haver problemas" (como se com os programas de grandes empresas não tivessem...), mas as dicas e conselhos que tem ali são pertinentes. Detalhe no começo do artigo:
    ... Sem shareware e freeware (Atenção para o termo, que nada tem a ver com software livre, mas com programas cujo uso não é cobrado) ...
    Ok, o "atenção" veio depois da reclamação de um leitor, mas mesmo assim isso já ajuda a esclarecer ao usuário comum algumas coisas... Ponto para a PcWorld.
    IDG Now! - Pirata de software é condenado no Brasil
    Anselmo Gentile, secretário-executivo da Abes, (...) ressalta que o aspecto financeiro não é um dos motivadores principais da pirataria, já que muitos softwares gratuitos continuam sendo adquiridos por meio da ilegalidade.
    Alguém poderia me responder como é que se obtém de forma ilegal um software gratuíto ? ? ?
    Mais Microsoft:

    IDG Now! - MS suspende programa de aluguel do Office XP no País

    Pois é, os consumidores não estavam entendendo que depois de um ano o produto ia parar de funcionar se não houvesse novo depóstio bancário...
    CNN.com.br - Falha no Microsoft Word pode permitir roubo de arquivos
    Milhões de usuários do processador de textos Word, da Microsoft, estão sujeitos a ter seu conteúdo roubado por hackers. A companhia admitiu que uma falha de segurança existente há anos pode permitir que invasores roubem os arquivos.

    Maior fabricante mundial de software, a Microsoft disse que vai reparar definitivamente o problema, mas apenas para os proprietários das versões mais recentes do programa.

    A decisão não inclui o Word 97 e milhões de usuários desta versão podem ficar sem o conserto. Todas as versões do Word estão sujeitas à falha, mas corre o maior risco justamente quem tem o Word 97.

    (...)

    Uma pesquisa mostrou em maio que cerca de 32 por cento dos escritórios têm cópias do Word 97 em uso. O levantamento pesquisou 1.500 empresas de tecnologia em todo o mundo.
    E aí? Você vai começar a usar o OpenOffice.org quando? Ou prefere continuar pagando para uma empresa dessas, que como se vê realmente se preocupa com os usuários de seus sistemas?
    E só para ter uma idéia do que a gente perde em termos comunicacionais com emails em modo ASCII-7, basta olhar isso:

    PLATO People: Emoticons -- a quick sampler

    Repare o ano dessa coisa: 1976 !!!
    Está plantada a polêmica na /. ...
    Aliás, para quem quiser ver a cópia da mensagem original com o primeiro smiley faça o seguinte:
    1. Vá em http://ftp.std.com/obi/Networking/archives/msggroup/
    2. Faça o download do arquivo msggroup.1001-1100-z
    3. Renomeio-o para msggroup.1001-1100-z.gz
    4. gzip -d msggroup.1001-1100-z.gz (ou use o Winzip)
    5. vi msggroup.1001-1100-z (ou use o Internal File Viewer)
    Ali você terá acesso aos arquivos da lista MsgGroup, uma lista onde muitas das regras da Arpanet foram definidas.
    Saiu na Slashdot que The First Smiley :-) foi criado por Scott Fahlman em outubro de 1982. A descoberta teria sido feito por um pesquisador da Microsoft. Pois é, e não é que ele desconhecia essa mensagem?

    9/12/2002

    Designer perseguido no Brasil vence no país do design

    O texto é horrívelmente escrito, mas nem por isso deve-se deixar de lê-lo. Muito interessante!
    Li no Museu do Spam: a Câmara de Comércio Americana está realizando uma pesquisa no seu site levantando o que os internautas entendem como sendo spam.
    Entrou ontem no ar ( e fiquei sabendo hoje graças ao Cabide D'Askalsa) um daqueles serviços que justificam a Internet como um todo e mostra como ela pode ser um instrumento político: Controle Público. O objetivo do site é disponibilizar informações sobre os políticos brasileiros, entre elas as declarações de bens dos candidatos. Cabe chamar a atenção que a justiça eleitoral de alguns estados não liberou tais declarações. Assim, se você é um que mora num desses estados pegue segue o seu editor de textos e faça um abaixo-assinado pedindo a liberação desses dados. Não esqueça que abaixo-assinado para valer tem que pedir o nome, a assinatura e o número da carteira de identidade e/ou CPF e/ou título de eleitor.

    9/11/2002

    Pô seo Deputado Federal Sérgio Miranda... Tá certo que eu estou na sua mala direta, tá certo que se eu fosse do mesmo estado que o senhor você ia ter o meu voto, mas precisava me mandar 4 emails, cada qual com 2 arquivos PDF anexados, um com 298 Kb e outro com 379 Kb? Pô, dá um apertão de orelha aí no pessoal da tua assessoria de imprensa, dizendo que isso é coisa que não se faz...
    O Globo On line : Nave privada pousará na Lua em 2003

    O que me surpreende é saber que você precisa de autorização do governo do seu país para produzir e lançar tecnologia espacial. Onde será que tá escrito isso? É acordo internacional? É coisa da ONU? Sei lá, não vou fazer um foguete nos fundos de casa, nem há como, mas que dá raiva esse tipo de controle dá.
    Aprenda a preparar chimarrão com Maddog, presidente da Linux Internacional.
    Topica: System Unavailable:
    In observance of Wednesday, September 11th, a very sad anniversary for all of us, we've chosen to take our site down. The site will go down at 4:00am PST and be back up at 5:00pm PST. Thank you.
    Sinceramente isso simboliza perfeitamente o que é atualmente os Estados Unidos: não importa de onde você é, não importa o que você está conversando, o que importa é que "nós estamos de luto e você deve ficar quieto por conta disso". Querem lembrar a data? Lembrem, mas não silenciem as pessoas. Imagine quantas pessoas vão deixar de trocar impressões sobre o que viveram um ano atrás, quantas memórias deixarão de ser trocadas, quantas opiniões deixarão de ser emitidas.

    Queria saber quem foi o infeliz que teve uma idéia estúpida dessas. Não, minto, faço questão de não saber quem foi o infeliz que teve essa idéia tenebrosa.
    Apesar de eu achar um abuso obrigar alguém a usar (ou não usar, no caso) um determinado browser não posso deixar de rir quando vejo essa página.
    Richard Stallman na ISTOÉ Online:
    Seria muito bom alguém vender aos brasileiros computadores com programas livres já instalados. Na realidade, soube que há no Brasil uma lei que diz que todo computador tem de ser vendido com um sistema operacional embutido. É realmente estranho que um país deixe passar uma lei que sirva apenas para uma empresa estrangeira. O único beneficiário desta lei é a Microsoft. Isso me parece uma medida feita para um monopólio. As empresas têm de oferecer uma alternativa. O Brasil pode economizar até US$ 1 bilhão por ano com os sistemas livres.
    Pois eu me lembro que quando essa lei foi criada o objetivo era justamente combater a pirataria, que era enorme no país. Na época ela não beneficiava apenas à Microsoft, que fazia o MS-DOS, mas a outras empresas que faziam clones do DOS. Hoje, com a total ausência de clones para o Windows a coisa toda se tornou a base de sustentação para um monopólio fortíssimo. O que é inconcebível é ver como há poucas empresas que oferecem o Linux como opção de sistema a ser instalado. Afinal, até onde eu sei a lei não especifica em momento nenhum o sistema que deve ser colocado no computador quando este é vendido, de forma que vender com o Linux é algo completamente legal.

    9/10/2002

    Tirado do Repórter Mosca:
    "Se chegarmos a uma situação em que as pessoas na sociedade passem a se comunicar principalmente de forma eletrônica e não tivermos direito algum à privacidade, então todos os direitos pelos quais a sociedade lutou nos últimos 500 anos não terão valido absolutamente nada"
    Tem mais, bem mais... Não deixe de ler.
    Essa é interessante: Vanilla, um gerenciador de blogs feito em Rebol
    IDG Now! - Música ajuda programadores a identificar bugs
    Segundo a revista New Scientist, os pesquisadores Paul Vickers e James Alty desenvolveram um sistema que converte automaticamente código em Pascal em música. Foram atribuídas frases musicais particulares a diferentes construções na linguagem de programação, como loops e instruções condicionais. Dessa forma, seções de código reunidas formam um tom harmonioso e instruções equivocadas produzem um acorde destoante.
    Porque será que eu tenho a impressão que se a gente transformar o código fonte do Windows em música vai sair uma peça dodecafônica digna de Schoenberg?
    O Globo On line - Especial : Temas esquecidos

    No caso o grande tema esquecido é o uso de software livre pela máquina pública. Destaco o seguinte:
    O que têm dito os presidenciáveis sobre esse assunto? Nada. O PT defende maior uso do software livre, inclusive pelo governo, mas está no programa, não no discurso de Lula. Se os outros têm meta, não divulgaram.
    É por esse simples motivo que vou votar no Lula, um cara que eu acho despreparado, mas que é o único que tem revelado uma visão de TI que olha pro futuro, e se você acha que o motivo é pequeno lembre-se da importância para a soberania de um povo, assim como para a justiça social, de se ter liberdade para propagar a informação. E software fechado restringe essa liberdade? Sim, restringe, pois é informação que é escondida, ocultada, inacessível. É isso que torna o software livre tão importante pro país (transparência sobre o que realmente está acontecendo dentro do computador), não apenas o fator custo zero de licença que geralmente acompanha esse tipo de software.
    O Estado de São Paulo: Os privilegiados da Petrobrás

    Ok, todo mundo quer uma aposentadoria boa, é justo que se queira, mas porque só os funcionários da Petrobrás podem ter uma?

    9/09/2002

    Concordo com o rtfm: apesar de tudo valeu a pena Mr. Sagan, valeu realmente a pena.
    Digital Needle - A Virtual Gramophone

    É ter tempo sobrando... Se bem que, para recuperar discos antigos esse programa pode ser útil. Afinal, porque não editar no Photshop as partes dos discos que estão com problemas?
    Nos Estados Unidos anda-se comentando muito o Tara Sue's Weblog, que é o blog de uma candidata ao congresso americano, e que está fazendo toda a sua campanha via web, seja porque é um meio onde pode colocar suas idéias, seja pelo baixíssimo custo. O concorrente dela é Howard Coble, do Partido Republicano, e autor do projeto de lei que permite que a indústria fonográfica norte-americana invada computadores suspeitos de trocar MP3. Não, essa lei ainda não foi aprovada, mas mostra bem o lado que Coble defende e que é radicalmente contra as idéis de Tara. É muito bom ler o blog dela nesse ponto, porque ela realmente tem pontos de vista bem libertários e tem posições claras, se colocando contra a atual ofensiva contra o Iraque, por exemplo.

    Aqui no Brasil temos também uma candidata blogueira. É a Jodette (também conhecida como a mãe do Zamorim), que ao contrário da Tara ainda faz uso de algumas ferramentas da política tradicional: ir a comícios, etc. Ao que tudo indica é realmente a Jodette que atualiza o blog, e não uma assessora de imprensa: a linguagem é bem pessoal, com direitos a "esqueci de contar que" no meio do texto e outras coisas que um assessor nunca colocaria.

    Uma coisa que eu achei interessante é que o blog da Tara se concentra bastante em idéias, já o da Jodette é quase um relato de campanha. Não que a Jodette não coloque o que pensa, pelo contrário (o post dela sobre ética na política é muito bom, pois consegue com poucas palavras definir o que é ser um político ético), mas é que as idéias meio que se perdem em relatos dizendo que esteve, por exemplo, num evento promovido pelo DCE (qual?), ao contrário da Tara, que praticamente só fala sobre pontos de vista. Bem, de qualquer maneira vale a pena visitar esses dois blogs e ver que é possível se fazer política online, e bem.

    9/07/2002

    Declaração de Silvio Laban, o homem de TI do Grupo Pão de Açúcar: Linux? Nem com um 38 na cabeça! O motivo dado? Simples: como confiar num sistema operacional cujo o kernel é mantido por um garoto de 19 anos?

    E o que eu acho? Acho que em cima desse garoto há uma pressão enorme, de forma que se ele fizer uma mancada vai ter trocentos nerds em cima dele pedindo explicações. Só isso faz com que ele tenha um cuidado enorme ao fazer o que faz.
    Terra - Talibã alertou os EUA sobre atentados de setembro
    Um emissário do regime talibã afegão avisou os Estados Unidos e a ONU em julho do ano passado que o dissidente saudita Osama Bin Laden preparava um grave atentado em solo dos EUA, informa hoje o jornal britânico The Independent. Em declaração ao jornal, o emissário, um assessor do ministro de Exteriores talibã, Wakil Ahmed Mutawakil, disse ter comunicado as advertências a diplomatas norte-americanos e representantes da ONU, que não fizeram caso.
    E depois a gente em filmes que tudo que é ameaça de atentado o FBI e a CIA saem investigando...
    Veio do Cabide D'Askhalsa a notícia de que finalmente o UOL está oferecendo um serviço que justifica pagar acesso a ele: Controle Público:
    O Controle Público é um trabalho coordenado por mim nos últimos 18 meses. Contém os dados pessoais, eleitorais e patrimoniais de aproximadamente 5.000 políticos brasileiros que disputaram as eleições de 1998 e de 2000 (já temos um lote, pequeno, de 2002). As declarações de bens foram digitadas e fotografadas ('"scaneadas") uma a uma. Tudo estará à disposição na Internet. Será possível saber quem são os políticos com maior patrimônio declarado, quem diz ter avião, embarcação etc. E, principalmente, o valor total dos bens declarados de todos os políticos --uma informação até hoje inédita.
    Genial isso! Só falta ter a declaração de bens de todos os parentes dos políticos, já que é comum o cara fazer as sacanagens dele e a esposa ficar rica...

    9/05/2002

    Se lembra do tempo em que se desenvolvia em dBase e Clipper? Pois bem, a linguagem xBase foi sendo deixada de lado com o advento das interfaces gráficas, mesmo ela sendo muito boa para a crição de sistemas empresariais. Pois bem, ao contrário do que se pensa as linguagens xBase ainda estão vivas (se o Cobol ainda não morreu porque ela haveria?), se destacando entre os aplicativos que fazem uso dela o FireBird, que tem vários recursos avan~cados, como suporte a SQL-92, entre outras coisas. Pois bem, essa ladainha toda é para anunciar que entrou no ar a Comunidade Firebird de Língua Portuguesa, para os usuários brasileiros e portugueses trocarem informações.
    Mensagem enviada pelo Blogger para os usuários brasileiros:
    Todos os usuários que possuem blogs no Blogger.com terão seus registros automaticamente transferidos para o Blogger.com.br. A medida foi tomada para diminuir a quantidade de acessos do Blogger.com que está prejudicando usuários de outros países.
    Felizmente eu menti ao dizer o país (acho que coloquei Albânia...). De qualquer maneira, se me meterem sob as asas da Rede Globo eu mato esse blog e vou fazer outro em outro canto. Abuso isso.
    A Renata Mesquita me conquistou com essa notícia:

    Info Exame - Pesquisadores dizem como dar fim ao P2P

    Porquê? Dê só uma olhada na forma que ela conclui ele ;-)
    IDG Now! - Gravadoras vencem round em batalha contra o Aimster

    É notícia ruim? Não, é boa, porque é mais um estímulo para as redes descentralizadas, que não dependem de servidores que podem ser fechados por conta de leis locais. Quanto mais a RIAA ficar batendo contra serviços que eles podem fechar, mais eles ajudam na consolidação das redes livres.

    9/04/2002

    Hmmmm.... prepare-se que daqui a alguns anos podem aparecer no mercado produtos como um manto de invisibilidade e um apagador de CD-Rs. Esses produtos já tem sua patente solicitada. Agora, saber ambos realmente existem e funcionam é ooooutra história.
    Projeto de Tradução do Gnome para o Brasil Alcança Marco Importante

    No caso, a distribuição Debian do Linux (distribuição mantida por voluntários e que é uma das melhores distribuições que tem) teve todo o desktop traduzido para o português (brasileiro). Só isso já é uma mão na roda enorme para a popularização no país dessa distribuição que é 100% livre.
    Wired: Hacker gordo não tem vez

    Sniff, sniff... Nunca vou poder trabalhar no FBI, buáááá...
    Ah! Claro! Onde foi que eu fiquei sabendo do blog do Charlab? No Blog dos blogs.
    Ei! E não é que um dos pioneiros do jornalimo online no país e atual editor da Revista Seleções, o Sérgio Charlab, não tem um blog também? E com direito a pérolas como essa:
    Mensagems "satânicas" em DVD

    Quem é das "antigas" deve lembrar que, desde os anos 70, usando simples truques de estúdio, artistas como Beatles, Pink Floyd e Iron Maiden gravaram vozes e instrumentos ao inverso, gerando mensagens que só podiam ser ouvidas ao se fazer tocar de trás para frente o som original. O truque funcionava bem com os chamados LPs, que podiam ser rotacionados manualmente no toca-discos em sentido contrário. Na década de 90, porém, sem que muitos soubessem, produtores de vídeo desenvolveram método semelhante para apresentar tais mensagens em fitas VHS. Sabendo que não seria fácil para os consumidores ver essas mensagens, os criadores não se importaram em elaborar conteúdos considerados "pesados". Não era mesmo fácil colocar o vídeo em "rewind", mantendo-se o "play" em ação, para tentar localizar as mensagens. O assunto foi esquecido até que as mensagens destes antigos filmes VHS, agora convertidos para DVD, começaram a pipocar nos lares americanos. Quem tem DVD e compra filmes da área 1 (a metodologia de fabricação de área 4 elimina as mensagens produzidas em originais de vídeo de área 1) não sabe se ri ou se chora.
    Genial! :-)
    O problema do Pedro Dória fazendo blog é que a gente acaba esquecendo de olhar a coluna dele no no mínimo... Assim quando vê deixou passar uma matéria lefal como essa: Software pago é como escravidão.

    9/03/2002

    Mas - Open Source e Comunismo:
    Para começar, o Open Source e o comunismo compartilham o mesmo lema utópico: “de cada um de acordo com sua capacidade, a cada um de acordo com suas necessidades”. Ou seja, os desenvolvedores vão criando os programas e quem precisar vai pegando. Pergunto se os programadores irão também comprar em “supermercados Open Source”, morar em “apartamentos Open Source” e dirigir carros “Open Source”. Em Cuba ainda é assim e acredito que poucos programadores gostariam de ir morar lá. Quero também saber o que acontecerá quando grandes empresas começarem a lucrar com o trabalho gratuito desses programadores voluntários. Você trabalharia de graça para o “Bem da Humanidade?” Talvez sim. E para o “Bem da IBM”, uma das empresas que anunciou grande apoio ao Linux?
    E por aí vai... Sinceramente não sei porque se dar ao trabalho de responder uma coisa dessas, escrita por um Microsoft Certified Partner, mas lá vai: software livre não é feito apenas por abnegados, com imaginam uns. Muitos programas livres surgiram da seguinte maneira: uma pessoa (ou grupo de pessoas) fez um programa e o disponibilizou os fontes. Outras pessoas passaram a fazer uso desse programa e começam a modificar ele, particularizando-o. Como melhorar tal característica é interessante para a pessoa que a desenvolveu, muitas vezes eles retornam ao desenvolvedor original do software o que foi implementado. Assim, de característica particular em característica particular o sistema vai crescendo, sendo aprimorado, melhorando. A coisa não é uma questão de um chegar e se apossar do código, mas sim de compartilhar conhecimento. E é isso que se percebe que a Microsoft, ao contrário de muitas outras empresas, não está entendendo...
    IDG Now! - Grupo libera princípios técnicos visando padronizar a Web

    Um padrão é uma das melhores coisas que tem. Ok, se de um lado impõem restrições de outro te dá segurança na hora de desenvolver. Espero que esses princípios definidos pela W3C sejam bons, evitando assim a criação de outros princípios (logo, outros padrões).

    9/02/2002

    Prepare-se para o que a indústria musical vai querer te empurrar: Dataplay
    Falando em Juro que vi!, deveria ter um para artigos escritos em jornais. Olha só essa pequena pérola que saiu num artigo dO Globo On line falando sobre o quanto o pessoal da FSF gostou do Rio de Janeiro (o destaque é meu):
    Durante cinco dias discutiu-se o potencial do Rio para ser o terceiro lugar no ranking das cidades com maior destaque no movimento pelo software livre do país (antes vêm Rio Grande do Sul e São Paulo).
    Hmmmm, acho que a Elis Monteiro não andou frequentando as mesmas aulas de geografia que eu... ;-)
    Depois de ter saido do ar por "motivos de força maior" (algum dos citados se sentiram ofendidos, sem pensar que eles tinham que ser ofendidos mesmo) está de volta o Juro que Vi! Divirta-se com as "maravilhas" que os publicitários, esses gênios, criam.